Vídeo: Marceneiro morre em confusão por dívida de drogas, em Aparecida de Goiânia

Jonathan Gabriel da Silva, de 29 anos, foi morto a facadas após agredir um dos autores do crime em uma distribuidora de bebidas

Uma dívida de drogas acabou em morte, neste domingo, 17, em Aparecida de Goiânia. Tudo começou após o marceneiro Jonathan Gabriel da Silva, de 29 anos, cobrar a dívida no valor de R$ 1 mil de Emanoel Antônio Costa Araújo. A vítima teria agredido o autor do crime com uma chave de roda momentos antes de ser morto a facadas.

Inconformado com a agressão, o primo de Emanoel, Elias Soares de Souza Júnior, decidiu ajudar o parente a ‘dar um jeito’ na vítima. Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que os suspeitos cercam Jonathan, em frente a uma distribuidora distribuidora de bebidas no bairro Cidade Vera Cruz, e então o matam a facadas no meio da rua.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo o delegado Klayter Pinheiro, os homens são velhos conhecidos da polícia, sendo que já possuem passagens por lesão corporal, apropriação indébita e injúria, além de tráfico de drogas e posse de drogas pra uso.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Em Aparecida, casa de homem preso por consumir carne de cachorro é incendiada• Com quase 2,3 mil casos, varíola dos macacos já é ameaça nacional para Ministério da Saúde• Goiânia e Aparecida de Goiânia divulgam 1,4 mil vagas de emprego

“Os homens foram autuados em flagrante por homicídio. Os suspeitos foram localizados em suas casas e admitiram ter envolvimento com o fato, mas disseram que agiram em legitima defesa. Elias, inclusive, ainda vestia as roupas que usava no momento do fato, sujas com o sangue da vítima. Eles alegaram que estavam em uma distribuidora e ouve um desentendimento, que acabou resultando na morte da vítima”, explicou.

Uma câmera de segurança filmou quando o marceneiro está em um carro e conversa com um homem. Ele sai do veículo com a chave de roda e agride o devedor. Em seguida, outro homem aparece na confusão com uma faca na mão e atinge o marceneiro. O jovem ainda caminha para perto do carro, mas não resiste aos ferimentos e cai no chão. Na filmagem também é possível ver pessoas indo embora, enquanto o corpo estava ‘estirado’ na rua.

Tags: