Jornal Diário do Estado

Museu do Louvre é evacuado após ameaça de bomba

Decisão de evacuação foi tomada após o museu receber uma mensagem escrita

Um dos lugares mais visitados por turistas no mundo, o famoso Museu do Louvre, em Paris, foi evacuado neste sábado, 14, após uma ameaça de bomba que chegou por meio de um bilhete, em meio a uma crescente preocupação com a segurança na França. Cerca de 15 mil visitantes tiveram que sair às pressas.

A decisão de evacuação foi tomada após o envio de uma mensagem escrita alertando sobre um risco para o museu e seus visitantes. “Optamos por esvaziá-lo e fechá-lo durante todo o dia, momento essencial para proceder à verificação”, explicou um porta-voz da instituição à AFP.

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram pessoas correndo para fora do museu, que fechou suas portas no início da manhã. A situação se torna ainda mais tensa devido ao aumento das preocupações com a segurança na França. A Operação Sentinelle mobilizou cerca de 7 mil militares em todo o país neste sábado para conter uma possível ameaça terrorista.

A suspeita de bomba surge apenas um dia após um ataque em uma escola em Arras, no norte do país, onde um professor foi assassinado em sua sala de aula por um jovem islâmico. A França carrega o peso de uma história recente de ataques terroristas que causaram vítimas em diferentes partes do país, incluindo o atentado ao jornal satírico Charlie Hebdo e o teatro Bataclan.

As tensões aumentaram ainda mais nas últimas semanas devido ao conflito entre Hamas e Israel no Oriente Médio, o que levou o governo francês a reforçar a segurança em várias instalações religiosas e culturais. Também foram proibidas manifestações pró-Palestina no país.

A situação é acompanhada com grande atenção pelas autoridades francesas e pela comunidade internacional, enquanto a França lida com as complexas questões de segurança em meio a eventos recentes. Até o momento, as autoridades não divulgaram informações sobre a origem da ameaça no Museu do Louvre.

Assista ao vídeo: