Jornal Diário do Estado

Vídeo: Polícia Civil faz 14 buscas e cumpre afastamento de 09 servidores da Prefeitura de Edeia

A operação resultou na lavratura de um Auto de Prisão em Flagrante Delito

Na manhã desta terça-feira, 22, a Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), deflagrou a Operação Mestre de Obras. A ação objetivava cumprir 14 mandados de busca e apreensão e afastamento das funções públicas de 03 secretários municipais da Prefeitura de Edeia e de outros 06 servidores.

Os mandatos foram cumpridos na sede da Prefeitura de Edeia e nas casas dos funcionários públicos. As investigações apontam que os gerentes públicos teriam participado de esquema criminosos, que acontece desde 2013, e perdurou até 2020. O esquema consiste em forjar licitações para execução de obras públicas.

De acordo com a apuração, os servidores teriam registrado empresas fantasmas em nome de serventes de pedreiro, pedreiros e mestres de obras, para simular que eles concorriam a processo de licitação.

O valor da licitação era entregue para o gestor da pasta que pagava aos operários apenas os valores de suas diárias. A diferença entre o valor das diárias e o pagamento feito pela Prefeitura paras as empresa totaliza mais de R$ 2.615.000,00, motivando o deferimento para bloqueio deste valor das contas e bens dos investigados. 

A operação resultou na lavratura de um Auto de Prisão em Flagrante Delito (APF) pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e na apreensão de quase R$ 30 mil em espécie.

Assista os vídeos:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Diário do Estado (@jornal_diariodoestado) em