Virologista chinesa diz à mídia que Covid foi “criado em laboratório militar”

Li Meng-Yan fugiu da China e diz ter medo por sua vida

Li MengYan é uma virologista chinesa que está dando o que falar. Refugiada nos Estados Unidos, a especialista tem dado muitas entrevistas defendo a tese de que o Covid-19 foi um vírus desenvolvido em laboratório propositalmente pelo governo da China.

Após viralizar entrevista na Fox News americana, e dar entrevistas em diversos outros veículos, Li Meng-Yan falou novamente, dessa vez à Taiwan News, e declarou que antes fugir da China, ela “tinha claramente determinado que o vírus tinha vindo de um laboratório militar do Partido Comunista Chinês”.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A virologista expressou essa convicção a seus superiores na escola de saúde pública da Universidade de Hong Kong, mas segundo ela, foi ignorada. Seu antigo supervisor ainda teria avisado para Li Meng se manter “calada e ter cuidado”.

“Se tivesse contado a minha história na China, acabaria desaparecida ou assassinada”, declarou. O regime chinês e a OMS não responderam às acusações da profissional. Mas a OMS declarou não ter conhecimento de que a virologista tenha participado de alguma investigação sobre o Coronavírus.

Alguns a consideram uma corajosa denunciante que arriscou sua vida para dizer a verdade. Outros a veem como charlatã de uma jogada para derrubar o Partido Comunista Chinês. Vale lembrar que alguns países cobraram severamente as primeiras atitudes de contenção do vírus pelo governo chinês e pela Organização Mundial da Saúde.

Muitos acreditam nessa teoria, justamente porque a crise econômica mundial realmente atingiu os concorrentes da China no mercado internacional. Enquanto o país asiático, primeiro a vencer a pandemia, teria muito a ganhar, saindo como principal economia mundial após o fim do Covid.

O que você acha de tudo isso?

Tags: