Jornal Diário do Estado

Visitas ao Zoológico de Goiânia somente ser estiver vacinado

A partir de ontem (30), o Zoológico de Goiânia passa a ter restrição nas visitas, pois só pode entrar no local quem tiver se vacinado contra a febre amarela. A medida vale por 30 dias e foi tomada após a confirmação de que um macaco com o vírus da doença morreu no local.

“Continuamos recebendo todo e qualquer visitante mediante apresentação do cartão de vacina. Se não trouxer o cartão e tiver vacinado, precisa assinar uma declaração de que possui cobertura vacinal contra febre amarela”, explicou ao G1 a supervisora técnica do zoológico, Rita Figueiredo de Carvalho.

De acordo com a direção da unidade, o macaco que tinha a doença não integrava o plantel do zoológico. O animal era silvestre e morreu no local.

Após a morte, o bicho foi encaminhado para a Secretaria Municipal de Saúde para exames. O laudo ficou pronto na quarta-feira (29) e, em seguida, o órgão tomou a medida preventiva.

Segundo a assessoria da Prefeitura de Goiânia, a restrição é de 30 dias para que os laudos de exames em mosquitos da região fiquem prontos. A SMS coletou amostras e enviou para um laboratório em Belém, no Pará, para checar se há exemplares infectados com o vírus.

O Zoológico de Goiânia recebe cerca de 7 mil visitantes por semana. A supervisora técnica destaca que a restrição não é motivo para alarde e espera que as pessoas não deixem de frequentar a unidade. “Elas não precisam ter receio. Estando vacinado, não tem problema”, concluiu.

DE