Jornal Diário do Estado

Fiscais da Semad aplicam mais de R$ 11 mil em multas por pesca ilegal em Aruanã

Durante a inspeção houve ainda a apreensão de mais de 30 quilos de pescado, que foram doados ao Lar São Paulo Apóstolo, de Araguapaz

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad) aplicaram R$ 11,2 mil em multas por pesca ilegal e lavraram nove autos de infração por pesca ilegal em Aruanã, no período de 15 a 22 de junho, . Durante a inspeção houve ainda a apreensão de mais de 30 quilos de pescado, que foram doados ao Lar São Paulo Apóstolo, de Araguapaz.

APREENSÃO DE EQUIPAMENTOS DE PESCA

A Semad também recolheu equipamentos de pesca: três carretilhas, três molinetes, três varas, um carretel, um apetrecho de pesca, duas tarrafas, duas redes, duas canoas, dois motores, um cambuí, 26 pindas e um revólver com cinco munições. A arma e o homem que estava em posse dela foram levados para a delegacia regional de Britânia.

A Semad ampliou o trabalho de fiscalização em razão do movimento cada vez maior de turistas nos municípios banhados pelo rio Araguaia, e continuará com esse trabalho durante as próximas semanas.

INVESTIMENTO

A expectativa é de que a região receba um milhão de turistas na temporada deste ano. O Governo de Goiás destinou R$ 14 milhões para qualificar o atendimento ao turismo na região, com melhorias em segurança, conscientização ambiental e geração de emprego.

O investimento do governo alcançou seis municípios da região: Aruanã, São Miguel do Araguaia (distrito de Luiz Alves), Britânia, Mundo Novo, Nova Crixás (distrito de São José dos Bandeirantes) e Aragarças.