Jornal Diário do Estado

Grade da janela foi retirada do apartamento de onde criança caiu, em Goiânia

Menino de seis anos morreu ao cair do nono andar de um prédio

Local da tragédia que abalou a Vila dos Alpes, em Goiânia, na última quarta-feira, 29, o apartamento onde um menino de seis anos morreu ao cair do nono andar havia passado por reforma recentemente e estava sem grades de proteção na janela. A constatação é da perícia da Polícia Técnico Científica.

O apartamento onde mora a avó da criança está localizado cinco andares acima da residência da mãe do menino. A queda, que resultou na trágica morte, ocorreu de uma altura de 29 metros, após um momento de descuido.

A perícia, conduzida por Hugo Lincoln, busca esclarecer se há sinais de violência que precederam a queda. O laudo, aguardado em cerca de 10 dias, será fundamental para as investigações conduzidas pela Polícia Civil (PC).

Segundo relato da avó à polícia, a criança pediu para descer ao 4º andar, onde a mãe mora, mas foi impedida por ter acabado de almoçar. Instantes depois, a tragédia aconteceu quando a criança caiu de uma janela desprotegida.

O menino, cujo nome não foi divulgado, deixou uma família devastada, incluindo pai, mãe, avó, um irmão gêmeo e outro mais velho. Ele completaria sete anos em dezembro.