Jornal Diário do Estado

Projeto Sexta Cultural movimenta sinaleiros da Praça Tamandaré, nesta sexta-feira, 17

Artistas circenses, teatro popular e drags são atrações que se apresentam nos cruzamentos da Avenida Assis Chateaubriand, das 17h às 19h.

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), promove nesta sexta-feira ,17, das 17h às 19h, mais uma edição do projeto Sexta Cultural. Desta vez, artistas circenses, teatro popular e drags fazem apresentações nos sinaleiros da Avenida Assis Chateaubriand, na Praça Tamandaré.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, o projeto é inspirado em ações internacionais em que artistas de rua recebem do governo por suas performances em locais públicos. “Nós estamos pagando o cachê de 250 reais por artista que participa do nosso projeto. Eles são inscritos no nosso cadastro, que é aberto durante todo o ano no site da Prefeitura e todos podem participar, qualquer modalidade artística”, pontua.

Para o prefeito Rogério, a Sexta Cultural é mais uma ação de sucesso e valorização dos artistas. “Sexta-feira, no horário em que todo mundo está saindo do trabalho, tem coisa melhor que se deparar com arte e cultura pelo caminho? É diversão, é sorriso no rosto pra terminar a semana bem, com astral lá em cima. Aos motoristas que passarem, acenem, buzinem, tirem fotos, filmem. Vamos valorizar nossa cultura goianiense, que está em todos os lugares, ao alcance de todos”, afirma o prefeito.

A Sexta Cultural teve início em 2022 com algumas edições piloto realizadas na Avenida Jamel Cecílio. Agora, a Secult retoma o projeto em 2023 e segue com previsão para 2024. “Nosso calendário de eventos é bem robusto. Temos eventos praticamente a semana toda, todos os dias. Então, alguns projetos realizamos por temporadas. E a Sexta Cultural teve grande repercussão, afinal não é comum uma Prefeitura pagar um cachê para um artista que se apresenta na rua. Isso é algo muito bacana mesmo e nós queremos perpetuar esse projeto por várias temporadas”, conclui o secretário Zander.