Caiado lança programa que amplia segurança alimentar a famílias vulneráveis

Nesta terça-feira (26) o governador Ronaldo Caiado lançou o programa NutreBem que irá ajudar famílias de vulnerabilidade social no estado

O governador Ronaldo Caiado, lançou nesta terça-feira (26) em evento no Banco de Alimentos da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em Goiânia, o programa NutreBem. O programa será responsável pela distribuição do Mix do bem, um alimento nutritivo que contribuirá com a ampliação e segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social no estado.

O produto conta com arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebolas desidratados e não contem gorduras trans, gorduras saturadas ou lactose. O produto é de preparo rápido e rende até 10 porções.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Estamos garantindo o padrão nutricional, com a reposição de minerais, de nutrientes necessários para manter a pessoa alimentada durante o seu dia”, declarou o governador. Segundo Ronaldo Caiado, o programa representa um ponto de superação ao reunir conhecimento científico e gestão pública com eficiência para levar benefícios ao cidadão vulnerável.

“As transformações maiores podem acontecer desde que estejamos instigados de um mesmo sentimento, seja a competência, a boa gestão, a pesquisa, a ciência e também a honestidade de princípios”, afirmou.

Além desta refeição, o NutreBem também irá distribuir legumes embalados a vácuo e frutas desidratadas para reforçar as doações feitas às famílias mais vulneráveis. Os itens possuem características que possibilitam a chegada às comunidades mais afastadas, já que frutas e legumes são alimentos mais perecíveis, o que impede o transporte para lugares mais distantes.

Ronaldo Caiado, fez o compromisso de levar outras melhorias para o setor, com previsão de destinação de veículos para qualificar a logística da distribuição dos alimentos.

Os testes para o processamento foram feitos com o apoio de nutricionistas, engenheiros de alimentos e professores da Universidade Federal de Goiás (UFG). O reitor da instituição, Edward Madureira, que está em seu terceiro mandato, classificou o governador como o “parceiro que acreditou” na universidade em função dos inúmeros projetos já estabelecidos.

Caiado em solenidade na OVG/ Foto: Wesley Costa

“Sempre tive o sonho de ver a universidade absolutamente integrada ao desenvolvimento do nosso estado”, afirmou. “Essa é a maior missão da universidade; formar pessoas e produzir conhecimento”, disse. Segundo o reitor da instituição, projeto como esses só são possíveis “com decisão política e determinação”.

Já a diretora  da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Melo Caiado, acredita que o conjunto de iniciativas irá contribuir “de forma efetiva” na diminuição da fome em Goiás, por garantir que os alimentos cheguem a todos os que necessitam.

“A OVG acredita que as pessoas são responsáveis pela construção do mundo à sua volta e que garantir a segurança alimentar e nutricional da população é uma forma de combater causas estruturais da pobreza, auxiliando assim no desenvolvimento da sociedade”, ressaltou, ao mencionar que o estado deve chegar em breve a 1 milhão de cestas básicas já distribuídas.

Banco de Alimentos

Em julho de 2019 a OVG assumiu o Banco de Alimentos, com um trabalho que comportava 100 famílias. Deste então, com o apoio do Governo de Goiás, foi feita melhorias na estrutura e na forma de coleta e distribuição. Atualmente são mais de 1.000 famílias beneficiadas por mês, com um total de 3 mil toneladas de frutas, verduras e legumes distribuídos, que beneficiam cerca de 45 mil pessoas.

Além disso, como auxílio na luta contra a fome, o Banco de Alimentos já promoveu em todo estado ações de educação alimentar e nutricional em cerca de 724 entidades sociais que cuidam de crianças, grávidas, idosos e pessoas em tratamento de saúde. assim como as 620 famílias em situação de vulnerabilidade social.

 

Tags: