10 obras assinadas por Frida Kahlo

Confira a lista com algumas das principais obras de arte da artista mexicana Frida Kahlo

Nesta terça-feira 916), a pintura “Diego y yo” (Diego e eu), da artista mexicana Frida Kahlo, bateu recorde de venda entre obras latino-americanas, tendo sido arrematada por um comprador anônimo num leilão da Sotheby’s, uma sociedade de vendas pelo valor  de cerca de R$191,9 milhões. Frida Kahlo é o nome artístico de Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón (1907-1954), uma mexicana nascida em Coyoacán no dia 6 de julho de 1907. Polêmica, controversa e autora de pinturas fortes, muitos dos temas representados em suas telas estão relacionados com sua vida pessoal. Ela foi considerada uma artista surrealista, chegando até a participar de uma exposição dessa corrente artística. Entretanto, não se via como surrealista, pois dizia que “não pintava sonhos e sim a sua realidade“. Confira abaixo uma lista com 10 das principais obras assinadas pela mexicana Frida Kahlo.

10. As Duas Fridas (1939)

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Quadro As Duas Fridas de Frida Kahlo (e seu significado) - Cultura Genial

As duas Fridas é um autorretrato realizado por Frida Kahlo em 1939. Está localizada em Museu de Arte Moderno de México. É considerada a primeira obra de grande dimensão realizada por Kahlo e uma de suas principais obras. Ambas as imagens apresentadas na pintura representam personalidades distintas experienciadas por Frida.

9. Autorretrato com um colar de espinhos (1940)

Autorretrato com colar de espinhos e beija flor - Saia com Arte

“Autorretrato com colar de espinhos e beija-flor” é uma pintura de Frida Kahlo, do gênero autorretrato, e que está localizada em Harry Ransom Center, em Austin. No quadro, Frida utiliza referências da sua terra natal e se pinta usando uma coroa de espinhos (castigo cristão), um gato preto (má sorte) e um beija-flor morto, pássaro que na tradição folclórica mexicana é símbolo de boa sorte nos casos de amor.

8. A coluna partida (1944) 

A Coluna Partida - Frida Kahlo — Google Arts & Culture

A Coluna Partida é um óleo sobre masonite pintado em 1944, logo após a artista ter realizado uma cirurgia na coluna para corrigir problemas decorrentes de um grave acidente de trânsito ocorrido quando a pintora tinha dezoito anos.

7. Hospital Henry Ford (1932)

Hospital Henry Ford - Frida Kahlo — Google Arts & Culture

A pintura acima é extremamente pessoal e retrata um período doloroso da vida de Frida Kahlo. A pintora, que sempre teve o sonho de ser mãe, sofreu um aborto espontâneo enquanto estava nos Estados Unidos.

6. Memória, o coração (1937)

Memória, o coração – Wikipédia, a enciclopédia livre

Memória, o coração é uma pintura de Frida Kahlo, realizada em 1937. Retrata a dor e a angústia da artista durante e após uma relação extraconjugal entre seu marido, o artista Diego Rivera, e sua irmã, Cristina Kahlo. A pintura é também conhecida como Recuerdo.

5. O sonho, ou a cama (1940)

O Sonho (A Cama) de Frida Kahlo | iSleep

Nesse trabalho, de 1940, o universo onírico se funde à ideia da morte. Aqui, Frida se retrata dormindo em uma cama do tipo dossel, do mesmo modelo que ela dormia todos os dias. A artista está deitada enquanto uma planta trepadeira enreda seu corpo, em um símbolo de vida. Entretanto, na parte de cima da cama, um enorme esqueleto está também deitado na mesma posição. O esqueleto serve como um lembrete de que a vida é passageira e que a morte invariavelmente chega.

4. Frida e Diego Rivera (1931)

Conheça o Vinho Frida Kahlo! - DiVinho

Frieda e Diego Rivera é uma pintura de Frida Kahlo, que está localizada em San Francisco Museum of Modern Art, desde 1936. O quadro que leva o nome do casal mais famoso do universo das artes plásticas mexicano foi pintado no ano de 1931. O retrato foi oferecido por Frida ao amigo e mecenas Albert Bender.

3. A Árvore da Esperança, Mantenha-se Firme (1946)

A Árvore da Esperança, Mantenha-se Firme,1946

No quadro chamado “A Árvore da Esperança, Mantenha-se Firme”, Frida havia acabado de sair de uma cirurgia malsucedida, e retrata a si de duas formas: com cicatrizes da operação, sob o sol que na mitologia asteca se alimenta do sangue humano dos sacrifícios, e saudável e forte, segurando o seu próprio colete cervical sob a lua, símbolo da feminilidade.

2. Minha Ama e Eu (1937)

Minha Ama e Eu - Frida Kahlo — Google Arts & Culture

Quando Frida nasceu, a mãe, Matilde Calderón, não tinha leite para amamentá-la. Especula-se que a mãe também tenha passado por um duro período de depressão pós parto e, quando o bebê tinha apenas 11 meses Matilde teria dado à luz a um novo bebê, Cristina. Por esses motivos Frida foi entregue à uma ama de leite indígena. A prática era relativamente comum no México naquela época. A pintura de Frida, criada em 1937, registra esse momento de sua vida.

1. O veado ferido (1946) 

O Veado Ferido', 1946 - Cultura - Estadão

O veado ferido é uma pintura a óleo da artista mexicana Frida Kahlo criada em 1946. Também é conhecida como O Veado. Nessa obra, Frida Kahlo compartilha sua duradoura dor física e emocional com seu público, como ela fez durante toda a sua obra criativa.

Tags: