Chefe da Blizzard se pronuncia sobre assédio

Nomes importantes da empresa se pronunciam sobre casos de assédios que foram denunciados na última semana

O atual presidente da Blizzard J. Allen Brack e Michael Morhaime, ex-diretor da empresa, se manifestaram sobre o processo que a companhia recebeu do governo da Califórnia, nos EUA. Nos últimos dia a realidade da renomada empresa foi transformada por acusações que envolve assédio sexual, ambiente tóxico para mulheres além de um caso que terminou no suicídio de uma ex-funcionária.

Morhaime que deixou a empresa em 2018 após 28 anos de serviços prestados, foi direto ao ponto: “Sinto muito que eu tenha falhado com vocês”. Mesmo longe da empresa, o executivo assumiu parte da culpa e lamentou que muito do que ele construiu, em prol de um ambiente favorável para todos, tenha sido desfeito.

Já o atual presidente da empresa, J. Allen Barack  possui um caso um pouco mais complicado, na última semana ele enviou um e-mail aos funcionários e a imprensa, onde ele lamentava todo o ocorrido e prometeu se encontrar com as pessoas envolvidas para resolver questões e debater como todos podem seguir em frente.

Ele escreveu também que sempre lutou pela igualdade e contra a cultura do machismo, que prejudica mulheres em ambientes de trabalho.

Tags: