1
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) realizou, na manhã de hoje (12), vistoria na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, no complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Conforme a determinação da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmén Lúcia.

Durante a vistoria foram encontrados: 16 celulares, cinco baterias, uma fonte de PC, uma porção média e outra pequena de drogas, dois pendrives, oito chips de celular, cinco pedaços de ceguetas, duas facas, 11 chuchos, uma navalha, três cachimbos, um facão, nove barras de ferro e um alicate.

A operação reuniu 100 integrantes das várias estruturas da Polícia Militar (PM) e do Grupo de Operações Penitenciárias (Gope), além de 40 servidores especializados do sistema prisional.

Entre as autoridades presentes no Complexo estiveram o diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Edson Costa, o diretor-geral adjunto, tenente-coronel Agnaldo Augusto da Cruz, o superintendente da DGAP, Jonathan Marques da Silva, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Divino Alves e também representantes do Ministério Público, OAB-GO e Defensoria Pública.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!


Comente a vontade