Home»Poder»Goiânia pode ser monitorada por drones de alta precisão
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Está tramitando na Câmara dos Vereadores de Goiânia um projeto que autoriza o uso de drones para monitoramento aéreo da cidade. De acordo com o vereador Tiãozinho Porto (PROS), autor da propositura, o objetivo é usar a tecnologia em favor da população e otimizar a tomada de decisões em relação à segurança pública, trânsito e transporte público. “Nossa proposta apresenta uma ferramenta de baixo custo, alto desempenho e resposta imediata que irá auxiliar especialmente, a vigilância da Guarda Municipal, o controle do trânsito pela SMT e a fiscalização da CMTC sob o transporte coletivo”, explica.

Segundo o especialista em segurança público-privada, Ivan Hermano Filho, a tendência é lançar mão da tecnologia. O drone vem sendo testado em outros países como solução de mobilidade urbana, segurança pública e tarefas de gestão urbana controladas ou autônomas. “Existem drones que executam tarefas como o controle do trânsito de forma pré-programadas. Decolam de uma base alimentada por energia solar, executam a tarefa e retornam sem ter o controle de uma pessoa”, comenta.

De acordo com o vereador Tiãozinho, o monitoramento tem caráter preventivo e vigilante para ajudar o poder público a solucionar problemas corriqueiros de segurança, congestionamentos, manifestações, acidentes, alagamentos, desastres naturais. “O projeto não tem nenhuma tendência punitiva e não será usado para multar condutores de veículos”, garantiu o parlamentar.

A matéria já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e estava na pauta de votação da Câmara Municipal de Goiânia da última quinta-feira, 1, mas não foi votada. A expectativa é que seja colocada em votação na sessão plenária da próxima terça-feira, 6.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente a vontade