10 plantas medicinais

Confia a lista com algumas espécies de plantas que possuem propriedades medicinais e podem ser usadas desde que corretamente

Medicamentos feitos a partir de folhas, sementes, cascas, frutos e flores são sucesso de crítica e público há milênios e constituem parte importante da cultura de diversos povos. O uso de plantas para tratar doenças é tão antigo quanto a história da humanidade, mas saber conservar, quando  e como usar cada um dos tipos de plantas medicinais é fundamental para garantir que o remédio funcione. Pensando nisso, o Diário do Estado preparou uma lista com 10 espécies de plantas que possuem usos medicinais.

10. Agrião 

Agrião – características, benefícios e como preparar - Brasil Escola

Trata-se de uma planta comestível comumente usada em saladas e que pode ser encontrada no meio natural em zonas úmidas como rios e riachos. É nativa da Europa e Ásia Central, onde cresce abundantemente nas margens dos rios e córregos. O Agrião é uma folha que traz benefícios para a saúde como prevenir anemia, reduzir a pressão arterial e manter a saúde dos olhos e da pele.

9. Capim-cidreira

CAPIM CIDRAO (CIDREIRA) (100 gr) - Tripoeste - Comércio de Tripas

Esta erva de folhas compridas, que lembram o capim, é ótima para preparar um delicioso chá no final da tarde, mas não só isso! Ela também tem propriedades medicinais e serve como diurético, controla os gases intestinais, ajuda na digestão e tem efeito calmante.

8. Alfazema

10 benefícios da Alfazema para a saúde

As lavandas, também conhecidas como alfazemas são plantas do género Lavandula, da família Lamiaceae. São pequenos arbustos, perenes, incluindo, também, as anuais e os subarbustos. Dentre seus benefícios para a saúde humana promovem o relaxamento; melhoram a qualidade do sono; reduzem o estresse e podem ajudar a combater a depressão.

7. Erva-doce

Como plantar erva-doce - Revista Globo Rural | Como plantar

Também conhecida como Anis-verde, é também uma erva medicinal que pode ser usada para má digestão, gases, dor de barriga ou artrite. Entre suas principais propriedades estão ação expectorante, um ótimo tônico, cicatrizante, calmante e diurético.

6. Alcaçuz

Alcaçuz: o que é, para que serve e como usar - Tua Saúde

O alcaçuz é uma planta medicinal, também conhecida como glicirriza, regaliz ou raiz-doce, que é conhecida como uma das plantas medicinais mais antigas do mundo, sendo utilizada desde a antiguidade para tratar vários problemas de saúde, especialmente problemas de estômago, inflamação e doenças respiratórias.

5. Cravo 

Cravo: veja quais são os benefícios e em quais receitas utilizá-lo

Apesar de ser mais famoso por seu uso recorrente na culinária, a especiaria proveniente da Indonésia tem diversas propriedades medicinais, como antisséptico, cicatrizante, antifúngico, antibacteriano, antioxidante, analgésico, anti-inflamatório e calmante.

4. Alecrim

Como plantar alecrim? - CicloVivo

O alecrim é rico em ácidos antioxidantes como ácido rosmarínico, ácido cafeico, ácido carnósico, o que ajuda a melhorar o sistema imunológico, prevenir infecções e melhorar a saúde da pele. Além disso, os antioxidantes também previnem alterações maléficas nas células, como as que desencadeiam problemas como câncer.

3. Eucalipto 

Conheça as características do eucalipto - Potencial Florestal

Esta enorme árvore de troncos lisos e altos, é também bastante benéfica. Pode ser usado o óleo para inalação ou massagem, ou então o chá das folhas. Tem propriedade desinfetante, aromática, descongestionante, expectorante e fortificante.

2. Babosa 

Babosa - Aloe vera - Flores e Folhagens

A babosa é uma planta medicinal, também conhecida como Aloé vera, Caraguatá, Erva babosa, Babosa de botica ou Babosa de jardim, que pode ser utilizada em diferentes tratamentos de beleza, especialmente para melhorar a saúde do cabelo ou da pele.

1. Arnica 

Arnica: o que é, para que serve e como usar - Tua Saúde

Arnica é o nome popular da espécie vegetal de nome científico Arnica montana, uma planta originária das montanhas da Europa e da Sibéria, utilizada há muitos séculos na medicina alternativa para o tratamento da dor e inflamação de diversas condições.

Tags: