Home»Cotidiano»Aplicativo auxilia no combate ao Aedes aegypti em Goiânia

Neste ano, 78 demandas já foram atendidas pelo ''Goiânia contra o Aedes''

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde  (SMS) e em parceira  com o  Ministério Público do Estado de Goiás (MP-Goiás), disponibiliza aos moradores do município o aplicativo ”Goiânia Contra o Aedes”. A plataforma serve como um canal de denúncias que registra possíveis focos do mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika vírus, e chikungunya.

O download do aplicativo é gratuito e pode ser feito nas versões Android e IOS. Ao ser registrado no sistema e encaminhar a denúncia, o possível foco é analisado e o denunciante pode acompanhar a evolução dos trabalhos pelo aplicativo. Neste ano, 78 demandas já foram atendidas pelo ”Goiânia contra o Aedes”.

Para o diretor de Vigilância em Zoonoses da SMS, Gildo de Paula, o método viabiliza um maior controle do vetor. ” Qualquer usuário pode denunciar e coletar informações de focos do mosquito. O cidadão se torna um fiscal. Essa é mais uma estratégia que utilizamos para intensificar as ações em locais de maior incidência do mosquito”, explica.

Outros canais de comunicação

Como medidas de controle,  a Secretaria mantém três canais de comunicação para monitoramento do mosquito. Além do aplicativo, a comunidade pode ajudar no combate e denunciar locais com possíveis criadouros pelos telefones do ”Disk Aedes” e por meio da “Ouvidoria” da saúde.

Porém, mesmo com a variedade de plataformas, dados da diretoria de Vigilância em Zoonoses mostram uma baixa procura da população por esses meios. Em 2017 foram atendidos 1.691 casos pelos ”Disk Aedes” e até outubro de 2018 registrados 955 demandas. Já a ouvidoria atendeu 122 solicitações no ano anterior e 81 casos  até outubro do ano vigente.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!