As 10 maiores bilheterias do cinema nacional

Confira a lista dos filmes que mais levaram telespectadores para frente das telinhas na história do cinema nacional

Por Lígia Saba 

O cinema nacional é repleto de diversidade e de filmes que caem no gosto do público. Emplacando recordes de bilheteria, o mercado de cinema no Brasil vem crescendo cada vez mais, tanto em termos de público quando de renda. Preparamos uma lista com os 10 títulos que representaram os maiores sucessos de bilheteria na história do cinema nacional, e conquistaram corações pelo país.

10. O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão

Lançado em 1977, o filme mais assistido dos trapalhões conta a história de Pilo e Duka que são contratados para resgatar um arqueólogo que está desaparecido nas minas do Rei Salomão. Na época, a produção levou quase 6 milhões de espectadores ao cinema.

9. Nada a Perder 2

O filme narra a trajetória de Edir Macedo após deixar a prisão, em 1992, atravessando uma série de provações como: a conduta inapropriada de outros bispos da Igreja, o ataque de políticos e católicos, a doença de sua mãe e a tragédia do desabamento do teto de uma Igreja em São Paulo. O filme lançado em 2019 foi sucesso de bilheteria totalizando um público 6.100.000 telespectadores.

8. Se Eu Fosse Você 2

Lançado em 2009, a continuação do filme de Daniel filho, estrelado por Tony Ramos e Glória Pires, levou ao cinema cerca de 6.112.851 espectadores.

7. A Dama Do Lotação

Estrelado por Sonia Braga, A Dama do Lotação, de 1978, detém a sétima maior bilheteria do país com um público de 6.509.134.

6. Minha Mãe É Uma Peça 2

Depois de levar cerca de 4,6 milhões de espectadores aos cinemas em 2013, com o primeiro filme da sequência “Minha Mãe é uma Peça”, a produção estrelada e criada pelo humorista Paulo Gustavo, que faleceu ontem aos 42 anos vítima de complicações da covid-19,  levou 9.307.612 espectadores para conferirem a história de Dona Hermínia na frente das telonas.

5. Dona Flor E Seus Dois Maridos

Baseado na obra do escritor Jorge Amado, a produção de Bruno Barreto foi estreada em 1976, levando ao cinema 10.735.524 espectadores.

4. Tropa de Elite 2

Na sequência de um dos maiores sucessos do cinema nacional, Capitão Nascimento, depois de uma operação fracassada, é afastado do Bope e agora trabalha como subsecretário de Inteligência na Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro. O filme dirigido por José Padilha e estrelado por Wagner Moura, teve um público de 11.146.723, em 2010.

3. Os Dez Mandamentos

A adaptação cinematográfica é baseada na Bíblia e na novela homônima da Rede Record, que foi um dos maiores fenômenos de audiência dos últimos tempos na TV brasileira. Lançado em 2016, a produção atraiu para os cinemas um público de 11.305.479.

2.  Nada A Perder

O vice-campeão de bilheteria nacional da história do cinema, é a cinebiografia do bispo Edir Macedo, “Nada a Perder (2018)”, que se consagrou como a maior bilheteria do ano de lançamento com um público de 11.944.985. Uma curiosidade é que tanto “Os Dez Mandamentos – O Filme” quanto “Nada a Perder” e “Nada a Perder 2”, que fazem parte desta lista, tiveram suas bilheterias impulsionadas pela Igreja Universal, que comprou uma parte dos bilhetes para o cinema e distribuiu entre os fiéis.

1. Minha Mãe É Uma Peça 3

Três anos depois de conquistar a sexta posição na lista dos filmes brasileiros mais assistidos no cinema, Paulo Gustavo voltou as telonas em 2019, com o último filme da sequência “Minha mãe é uma peça”. A produção se consagrou como a maior bilheteria nacional da história, arrecadando mais de R$ 143,9 milhões.

Tags: