Bia Haddad vai à final das duplas femininas e faz história no Australian Open

Brasileira conseguiu o feito pela primeira vez na história da Era Aberta do torneio de tênis

Beatriz Haddad Maia está fazendo história no Australian Open. Após derrotar a dupla japonesa formada por Shuko Aoyama e Ena Shibahara, a tenista se tornou a primeira brasileira a alcançar as finais da competição desde o início da Era Aberta. Ao lado de Anna Danilina, do Cazaquistão, Bia Haddad enfrentará as tchecas Kateřina Siniaková e Barbora Krejčíková no próximo domingo (30), à 1h, pela grande decisão das duplas femininas.

Fazendo história no Australian Open

O Australian Open é um dos principais torneios de tênis do mundo. A sua primeira edição aconteceu em 1905, mas a modalidade feminina surgiu apenas em 1922. A partir de então, o campeonato passou a acontecer anualmente, com exceção do período da Segunda Guerra Mundial, entre 1941 e 1945. Em 1960, Maria Esther Bueno se tornou a primeira brasileira da história a vencer as duplas femininas. Em 1965, ela ainda alcançou a final da categoria simples, mas perdeu na final.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A partir de 1969, teve início a Era Aberta do Australian Open, isto é, o despontar de uma profissionalização na competição. Desde então, jamais uma brasileira havia chegado até a decisão, até que chegou a vez de Bia Haddad marcar seu nome. A paulista fez dupla com uma cazaque e conquistou o melhor resultado para mulheres brasileiras desde o feito de Maria Esther Bueno. O jogo derradeiro contra adversárias japonesas nas semifinais teve 2h21min de duração e ocorreu na Rod Laver Arena, em Melbourne, na última quarta-feira (26). Bia Haddad e Anna Danilina ganharam o primeiro set por 6/4, mas perderam na sequência por 5/7. No último set, contudo, a sul-americana e a asiática prevaleceram com parcial de 6/4, partindo assim para a final.

LEIA TAMBÉM

• Balenciaga lança tênis Full Destroyed por R$ 10 mil; veja reação na web• Entenda por que Djokovic, o melhor tenista do mundo, não está no Australian Open• Por não se vacinar, Djokovic tem visto negado para jogar Australian Open

Agora, Beatriz Haddad Maia quer continuar fazendo história e faturar o primeiro título de uma mulher brasileira na história da Era Aberta do Australian Open. Para isso, a tenista de 25 anos precisará superar uma dupla da República Tcheca, em partida que acontecerá novamente na Rod Laver Arena.

Tags: