CREDEQ divulga resultado das provas do processo seletivo

As provas do processo seletivo do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) classificaram 1.956 profissionais, para que sejam entrevistados na última etapa do processo, cujo objetivo é preencher 196 vagas de trabalhos, em 27 funções. Os salários oscilam entre R$ 950,00 e R$ 8.390,00. Os candidatos classificados, convocados e contratados receberão, além do salário base, os devidos adicionais de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram
A relação dos aprovados está disponível no site da instituição (credeq-go.org.br). O resultado foi divulgado na tarde desta segunda-feira (6). As entrevistas devem começar a partir do dia 10, para serem encerradas até o dia 22 de fevereiro. Serão entrevista coletivas, com grupos com até 30 profissionais.

LEIA TAMBÉM

• Gusttavo Lima: sertanejo entra em nova polêmica após ser acusado de calote• Blogueiro bolsonarista goiano critica questão de lista de exercícios e professor é demitido• Em Niquelândia, jeito de cuidar do gado leva irmãos a se matarem

Os aprovados finais serão contratados, considerando a classificação e as vagas ofertadas. O objetivo de todo o processo é qualificar a unidade, que é ligada à Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES), a entrar em pleno funcionamento a partir da terceira semana de março.

As provas do processo seletivo do CREDEQ – Prof. Jamil Issy foram aplicadas no último sábado (28), no prédio da Uni-Anhanguera, na Cidade Jardim, em Goiânia, onde se utilizou 50 salas. Cerca de 2,4 mil profissionais participaram da etapa, na qual foram produzidos 27 modelos distintos de provas, considerando escolaridade e função disputada. As inscrições ao processo seletivo aconteceram no período entre 10 e 16 de janeiro,

As contratações, que obedecerão a ordem de classificação, serão feitas pela Associação Comunidade Luz da Vida, responsável pela administração do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, que atua há 19 anos com dependência química.