Dia da Cannabis Terapêutica é aprovado pela Câmara de Goiânia

O texto foi aprovado por unanimidade e segue em tramitação.

Nesta quarta-feira (17) a Câmara Municipal de Goiânia aprovou em primeira votação, o projeto de lei que instituiu o dia 27 de novembro como o Dia Municipal da Cannabis Terapêutica no calendário oficial da cidade. O texto foi aprovado por unanimidade e segue em tramitação.

A proposta é do vereador Lucas Kitão (PSL) e faz parte de uma série de ações de incentivos à discussão sobre o uso de forma medicinal da cannabis, com o intuito de instruir a população sobre a regulamentação e distribuição de medicamentos à base de cannabis.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo Kitão ele tem se dedicado a essa causa por acreditar que o debate e a conscientização, junto com a implementação do Dia da Cannabis Terapêutica, irá inspirar ações em defesa de pacientes que necessitam da Cannabis para o tratamento e que enfrentam preconceito e dificuldades para adquirir os medicamentos.

“A inclusão no calendário oficial do município vai permitir a promoção de ações de instituições publicas ou privadas que poderão promover atividades de caráter educacional na cidade, que é referência em todo o Brasil desde a aprovação da regulamentação deste medicamento na capital”, explicou o vereador.

A data escolhida para ser comemorado o Dia Municipal da Cannabis também é comemorado o Dia Nacional do Combate ao Câncer e a escolha da data foi idealizada por ativistas que compreendem que o medicamento tem uma grande efeito no alívio dos sintomas provocados pela quimioterapia.

Desde 2013 a data é celebrada, não oficialmente, mas vamos poder incluir no calendário municipal a realização de debates, palestras, distribuição de material informativo e até mesmo a realização de atos públicos na capital”, concluiu Kitão.

Os vereadores William Veloso (PL) e Anselmo Pereira (MDB), que são farmacêuticos, parabenizaram o vereador pela proposta e destacaram a importância deste tipo de medicamento para a população e da votação deste projeto.

Tags: