Estudo indica que cannabis previne Covid-19

Compostos da erva poderiam impedir a replicação do coronavírus no organismo humano

Pesquisadores divulgaram que a cannabis pode prevenir covid. Um estudo norte americano indica que alguns compostos da planta impedem a replicação do coronavírus no organismo humano. A descoberta foi publicada na Journal of Natural Products.

Os cientistas da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos,  notaram que um par de ácidos canabinóides  tinha a propriedade de se conectar à proteína spike do coronavírus. É nela que o vírus se liga para infectar células humanas. Dessa forma, a erva impediria a doença atuando como preventivo.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O professor do Centro Global de Inovação em Cânhamo do Estado de Oregon, Richard van Breemen, afirma que qualquer parte do ciclo de infecção e replicação é um alvo potencial para intervenção antiviral. “A conexão do domínio de ligação do receptor da proteína spike ao receptor ACE2 da superfície da célula humana é um passo crítico nesse ciclo”, pontua.

Os compostos utilizados no estudo já são empregados na indústria cosmética. “Não são substâncias controladas como o THC, o ingrediente psicoativo da maconha, e têm um bom perfil de segurança em humanos. E nossa pesquisa mostrou que os compostos de cânhamo foram igualmente eficazes contra variantes do SARS-CoV-2”, defendeu van Breemen .

Tags: