Filha do cantor Belo é presa por integrar organização criminosa

Isadora Alckmin Vieira, de 21 anos, é suspeita de aplicar golpes eletrônicos em conjunto com a maior facção criminosa do Rio de Janeiro

Nesta quarta-feira, 11, a filha mais nova do cantor Belo, Isadora Alckmin Vieira, de 21 anos, foi presa no Rio de Janeiro. Isadora, que é estudante de odontologia, é acusada de integrar uma quadrilha que fatura entre R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês com golpes eletrônicos.

Isadora foi presa juntamente com outras 11 mulheres pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD). A quadrilha é suspeita de agir em conjunto com a maior facção criminosa do Rio de Janeiro. Segundo investigações da polícia, as mulheres induziam as vítimas dos golpes a repassarem seus dados bancários e entregarem cartões a motoboys que, na verdade, eram outros integrantes da quadrilha.

Ao jornal O Globo, Belo disse que não sabia do envolvimento da filha nos golpes. “Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor”, afirmou o cantor. Isadora vai responder pelo crime de organização criminosa.

Tags: