Gasolina sobe pela terceira vez no ano

No acumulado, o combustível já subiu 22% em 2021

Nesta segunda-feira, dia 8, a Petrobrás anunciou o terceiro aumento da gasolina em 2021. Desta vez, o litro da gasolina nas refinarias aumentará R$ 0,17, o que eleva o valor final para R$ 2,25. No acumulado do ano, só esta modalidade de combustível já subiu 22%, incluindo esta última alta, de 8,2%.

Os outros dois principais produtos da petroleira estatal também foram reajustados: o diesel aumentará R$ 0,13 por litro, ficando a R$ 2,24, e o gás de cozinha será R$ 0,13 mais caro por quilo, indo para R$ 2,77.

O aumento acontece dias após uma reunião do presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, com o presidente da República, Jair Bolsonaro. Na semana passada, Bolsonaro convocou o administrador para explicar as políticas de preço da empresa, e estudar uma possível privatização. O encontro contou com a presença de alguns ministros de Governo, como Paulo Guedes, da Economia.

Em suas redes sociais, o presidente do Executivo manifestou o desejo de mudar a maneira como os impostos são cobrados sobre os combustíveis, para que o imposto estadual deixe de ser descontado nas bombas e passe a ser encima do valor direto nas refinarias, que é mais barato.

Por sua parte, a Petrobrás explica que a política de aumento de preços é realizada para dar paridade no valor de importação, acompanhando as variações no mercado internacional. A empresa ainda alega que os preços em suas refinarias não são os que chegam ao cidadão nas bombas, já que no caminho “são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras”.

Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Tags: