Goianos desenvolvem aplicativo para cegos

Pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia, desenvolveram um aplicativo chamado “Olho Eletrônico”, que é capaz de descrever ambientes e ler textos para cegos. O grupo pretende lançar o sistema de forma gratuita até o fim de 2017 e busca patrocínio para desenvolver um óculos que realize a mesma função, mas sem a necessidade de internet.

O aplicativo funciona da seguinte forma: o usuário aponta a câmera do celular para o local que deseja “enxergar”, toca na tela do celular para acionar o aplicativo e dá o comando de voz dizendo a palavra “ver”. O celular, então, começa a vibrar, o que indica que ele está “interpretando” a imagem captada pela câmera do celular. Após processar as informações, o programa descreve a cena para o usuário através de áudio.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“O óculos deve ter uma câmera frontal que ficaria ‘observando’ o ambiente. Ele também seria equipado com um fone de ouvido. Sempre que o usuário quiser uma informação sobre o ambiente, ele aperta um botão e o sistema fornece a descrição do local. A proposta é desenvolver isso nos próximos dois anos, por isso estamos buscando apoiadores”, relatou.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, garoto morre ao ser atropelado por ônibus em que estava• Covid-19: veja onde se imunizar neste sábado, 2, em Goiânia• Justiça mantém prisão de jovem que matou ex-sogro

Tags: