Golpistas aplicam o “golpe da vacina”

Por meio do aplicativo WhatsApp, um contato que se passa pelo Ministério da Saúde tenta agendar a aplicação das vacinas

Profissionais da saúde têm recebido, nos últimos dias, mensagens por meio do aplicativo WhatsApp de um contato que se passa pelo Ministério da Saúde. Nas mensagens, um homem que se identifica como Rafael Nunes afirma que está entrando em contato para agendar a vacinação dos profissionais.

Na sequência, o homem pede que a pessoa informe um código recebido em seu celular. É importante ressaltar que a maioria dos golpes aplicados por meio das redes sociais nos últimos tempos exige que a vítima informe um código.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Quando o responsável pela conta do WhatsApp informa a sequência numérica aos golpistas, eles conseguem ter acesso a conta. A partir daí, podem pedir dinheiro a familiares ou enviar qualquer tipo de mensagem se passando pela pessoa responsável pela conta, uma vez que eles assumem total controle sobre ela.

Vale lembrar que o Ministério da Saúde não entra em contato por meio do WhatsApp para agendamento de vacinas. Portanto, qualquer mensagem desse teor deve ser ignorada. Além disso, nenhum código ou dado pessoal deve ser enviado pelas redes sociais.

Tags: