Home»Cotidiano»Governo de Goiás ativa 55 leitos pediátricos no Hugol
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado
Como anunciado pelo governador Ronaldo Caiado e pelo secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, o Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), ativa 55 leitos pediátricos, sendo 45 de internação e 10 de UTI, nesta sexta-feira, (12). A ativação dos leitos faz parte das medidas emergenciais adotadas pelo atual governo estadual para desafogar o atendimento no Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI), unidade referência em pediatria em Goiás.
A partir dessa data, o Hugol passa a receber pacientes via regulação estadual, com perfil de média e alta complexidade, que tiveram o primeiro atendimento no HMI. “O Hugol servirá de retaguarda ao Materno Infantil, funcionando como uma extensão, do ponto de vista operacional, do atendimento pediátrico deste hospital”, afirma Ismael Alexandrino. O titular da SES-GO explica ainda que os leitos ativados no Hospital da região Noroeste de Goiânia são metade da capacidade instalada do HMI. “Isso vai colaborar para desafogar o atendimento naquela unidade, que sofre com tanta demanda”, destaca Alexandrino.
Para essa ativação, a Associação Goiana de Integralização e Reabilitação (AGIR), responsável pela gestão do Hugol, viabilizou em caráter de urgência a contratação de profissionais, como enfermeiros, técnicos em enfermagem, médicos, fisioterapeutas, dentre outros, advindos de bancos de processos seletivos de unidades estaduais, bem como empreendeu a disponibilização de insumos, dentre materiais e medicamentos e equipamentos hospitalares.
Segundo o Diretor Geral do Hugol, Hélio Ponciano Trevenzol, a ativação desses leitos, em tempo recorde, tem como foco melhorar a oferta de atendimento pediátrico humanizado para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Goiânia, especialidade que possui uma alta demanda, principalmente a assistência às urgências traumatológicas e clínicas.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!