Itália, Reino Unido e Alemanha confirmam casos da variante Ômicron

Esses são os primeiros casos no continente europeu. A nova cepa da Covid-19 tem preocupado autoridades de saúde pela alta regeneração

Reino Unido, Itália e Alemanha confirmaram, neste sábado (27), os primeiros casos positivos da nova variante da Covid-19, Ômicron. A nova cepa tem preocupado autoridades de saúde em todo o mundo.

Antes mesmo da variante ser classificada como perigosa pela OMS, o Reino Unido barrou a entrada de seis países considerados de risco.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Desde que a cepa foi encontrada, 48 aeronaves que saíram de Johanesburgo pousaram em território britânico com cerca de 15 mil passageiros, dois deles já foram detectados com a doença. Resta agora rastrear possíveis pessoas com quem os infectados tiveram contato.

LEIA TAMBÉM

• Roma vence o Feyenoord e conquista a edição inaugural da Liga Conferência• Aparecida de Goiânia identifica duas novas sublinhagens da ômicron• Cantor gospel, Jairo Bonfim, sofre acidente de carro na Europa

Novas regras

Desde de julho, quase não há mais medidas de restrição no Reino Unido e poucas pessoas utilizam máscara, mesmo em ambientes fechados. Para evitar novos casos, o premiê Boris Johnson anunciou novas regras.

A partir de agora, passar a ser obrigatório o uso de máscaras em todos os ambientes fechados e no transporte público. Além disso, passageiros que chegarem no país precisarão fazer um teste PCR no segundo dia após o desembarque e ficar isolado até obter o resultado negativo.

Além do Reino Unido, a Itália também confirmou um caso da variante no sul do país. Trata-se de um morador que voltou de viagem de Moçambique. Na Alemanha, duas infecções foram descobertas na Baviera.

Tags: