Home»Eleições 2018»Marconi: ‘Kajuru nunca fez nada’

O candidato ao Senado Federal Marconi Perillo (PSDB), pretende investir em infraestrutura, moradia, saneamento básico e sobretudo na educação

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
Ao vivo: Marconi Perillo (PSDB), candidato a senador

Ao vivo: Marconi Perillo (PSDB), candidato a senador

Posted by Diário Do Estado on Wednesday, September 19, 2018
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

“Investir na educação das crianças e dos jovens é prevenir contra as drogas, investir na conscientização das famílias, no emprego digno, essa é uma ação preventiva que a gente pode fazer”

O ex-governador do estado de Goiás e atual candidato ao Senado Federal Marconi Perillo (PSDB), em entrevista ao jornal Diário do Estado falou sobre seus projetos e propostas como legislador. Com  experiência acumulada por ter exercido os mandatos de governador, deputado estadual e federal, além de senador. O candidato acredita que a maior contribuição para o país foi ter presidido a seção que aprovou o projeto ficha limpa e ao mesmo tempo teve coragem de votar o mesmo.

Em outros projetos Marconi foi relator de importantes situações relevantes para a sociedade brasileira. Analisando os mandatos dos atuais senadores Lúcia Vânia (PSB) e Wilder Morais (DEM), o candidato afirma que pode fazer a diferença. “Com algumas preposições que atendam as necessidades da população. Fazer projetos como o de destinar um terço das forças armadas, exercito, marinha e aeronáutica para vigiarem as fronteiras do Brasil com os países que produzem e traficam drogas e armas contrabandeadas”, diz.

Além disso, caso eleito o candidato pretende destinar 5% do orçamento do governo federal para segurança pública. Assim, os estados teriam maiores condições de contratar mais policiais e investir mais em inteligência policial. Outro projeto voltado para a saúde, visa reajustar as tabelas do Ministério da Saúde para as consultas médicas e internações hospitalares. “O que temos hoje, é um financiamento de faz de conta, onde o governo federal finge que manda dinheiro e na verdade não dá para pagar esses procedimentos e a população vai morrendo”, destaca.

Outros investimentos entram na perspectiva da infraestrutura, moradia, saneamento básico e sobretudo a educação, saúde e segurança. “Investir na educação das crianças e dos jovens é prevenir contra as drogas, investir na conscientização das famílias, no emprego digno, essa é uma ação preventiva que a gente pode fazer”, ressalta. Ainda na educação Marconi pretende expandir o programa Bolsa Universitária para todo o Brasil. Na saúde levar a experiência de um hospital como o Hugol, que hoje é referencia no país. “São essas ideias e esses projetos que podem transformar o Brasil e ao mesmo tempo ajudar o país a sair da crise”, afirma.

Polêmicas

Nesta semana o candidato Marconi Perillo fez duras críticas ao também candidato ao Senado Federal Jorge kajuru (PRP). Ao falar sobre a diferença entre os dois, o tucano afirma que um passou a vida inteira trabalhando, construindo e buscando ajudar Goiás e “o outro nunca fez nada, a não ser falar mal e fazer criticas vazias e levianas, além de Fake News”, conta.

Especialista em viradas eleitorais Marconi explica que não tem dúvidas de que José Eliton (PSDB) vai para o segundo turno com Ronaldo Caiado (DEM). “José Eliton vai virar e vai ganhar”, diz. Ainda referente ao candidato ao governo pelo democratas, Marconi afirma que o discurso de honestidade feito por Ronaldo Caiado não passa de hipocrisia. “Ele teve 35 anos como deputado e senador na política e a gente não conhece nada que ele tenha feito pelo país e nem pelo estado e pelos municípios”, completa.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!