Na Argentina mulheres poderão se aposentar por maternidade

O governo Argentino decidiu que mulheres que exerceram a maternidade poderão se aposentar

O governo da Argentina anunciou que irá pagar aposentadoria para cerca de 155 mil mulheres argentinas entre 60 e 64 anos, que exercem ou exerceram as atribuições da maternidade. A medida foi assinada pelo presidente Alberto Fernández, e foi publicada no Diário da República do País na última segunda-feira.

A medida criada pela Administração Nacional de Seguridade Social (ANSES), é para promover uma reparação previdenciária, que segundo a Anses, cerca de 44% das mulheres em idade de se aposentar (60 anos ou mais) não recebem o benefício porque não trabalharam os 30 anos exigidos pela lei. E um dos principais motivos para isso acontecer, é a pausa no emprego por conta da maternidade.

Além de mulheres que já tem filhos, a medida também abrange grávidas, desde que voltem à mesma atividade que exerciam no início da licença ou no período da licença. A regra também vale para mães de crianças adotadas

Tags: