Olimpíadas: Brasil perde nos pênaltis e é eliminado do futebol feminino

Mesmo com uma marcação ofensiva, a seleção feminina terminou no 0 a 0 e acabou sendo eliminado pelos pênaltis

Perto de conseguir a tão sonhada medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, a seleção brasileira de futebol foi eliminada após perder para o Canadá nos pênaltis, na manhã desta sexta-feira (30).

Após empate de 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, a decisão acabou indo aos pênaltis. A seleção brasileira começou bem, com a goleira Bárbara defendendo a primeira cobrança da canadense Sinclair. No entanto, as duas últimas cobranças brasileiras foram desperdiçadas e o Brasil encerrou sua participação no futebol feminino em Tóquio.

O Jogo

O jogo começou com Brasil no controle das jogadas ofensivas. A primeira boa finalização da partida aconteceu aos 14 minutos, quando Marta tocou para Tamires na entrada da área, e a lateral brasileira chutou para cima do gol.

Depois da finalização brasileira, o jogo seguiu equilibrado. Aos 24 minutos, Fleming recebeu uma bola na entrada da grande área, chutou rasteiro e a bola saiu à direita da goleira Bárbara. O time canadense se arriscava em jogadas aéreas.

Cánada chegou a mostrar um certo perigo aos 28, com a atacante Beckie que lançou nas costas da zaga brasileira, entrou na área e chutou novamente à direita da goleira brasileira. Dois minutos depois, as canadenses mandaram a bola para a área e Rafaelle interceptou antes que a atacante do Canadá cabeceasse livre.

Depois disso, a seleção brasileira voltou a ter o controle do jogo, sobretudo marcando a saída da defesa adversária.

Segundo tempo

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro: equilibrado. Brasil tentou ter mais controle da bola no campo ofensivo, sem sucesso. A canadense Gilles aproveitou o cruzamento na área para mandar a bola no travessão da goleira Bárbara.

O Brasil ameaçou as canadenses de novo aos 25 minutos, quando Debinha arriscou de fora de área, obrigado a goleira Labbé a fazer uma boa defesa.

Nos minutos finais, o Cánada tentou pressionar. Em um longo lançamento do campo defensivo, aos 40 minutos, Rose recebeu e entrou livre na área, mas Érika recuperou a tempo e deu um carrinho preciso para mandar a bola à linha de fundo. Mesmo com as duas seleções marcando território e tentando lances ofensivos, o jogo acabou terminando 0 a 0.

Pênaltis

A primeira cobrança na decisão dos pênaltis foi da craque canadense Sinclair. Ela mandou no canto direito da goleira Bárbara, que defendeu. Marta foi a primeira a bater pelo time brasileiro, e marcou.

Na quarta cobrança brasileira, Labbé defendeu a batida de Andressa Alves, deixando o placar igual. A última cobrança canadense também foi convertida, enquanto Rafaelle também parou na goleira do Canadá. Vitória canadense nos pênaltis por 4 a 3.

Tags: