Os 10 países mais democráticos do mundo

Saiba quais são os 10 países mais democráticos do mundo

Por Murilo Mendes Felipe

 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A revista britânica “The Economist” elaborou um ranking intitulado “Democracy Index”, nomeando os países considerados mais democráticos do mundo. A pesquisa é realizada anualmente e tem como critérios o pluralismo, processo eleitoral, funcionamento do governo, participação política, cultura política democrática e liberdades civis. As cinco primeiras posições são de origem escandinava.

LEIA TAMBÉM

• Pelo menos 3,5 mil goianos já solicitaram voto em trânsito• UFG faz coleta de assinaturas para carta em defesa da democracia• Carta em defesa da democracia atinge meio milhão de assinaturas

São pesquisados 167 países, sendo que apenas 20 foram considerados totalmente democráticos. Os outros entram como democracias imperfeitas, onde se encaixa o Brasil, que está na posição de número 50. A Noruega, por exemplo, lidera a primeira posição há 8 anos consecutivos. Lá, a carga tributária é considerada alta e correspondem a 41% do Produto Interno Bruto (PIB), além do que, a qualidade dos serviços públicos é confirmada pela população, garantindo o retorno dos impostos.

Confira em ordem decrescente, a lista dos 10 países mais democráticos.

 

10 – SUÍÇA

Marcada por uma forte descentralização, as liberdades civis são, geralmente, respeitadas. A imprensa é totalmente livre e tem por pontos fortes o pluralismo e o processo eleitoral.

 

9 – AUSTRÁLIA

País com tradição em proteger e respeitar os direitos políticos e as liberdades civis. É forte no processo eleitoral e também tem imprensa totalmente livre.

 

8 – FINLÂNDIA

Possui uma grande disputa multipartidária e eleições justas e livres. As liberdades de expressão, religião e associação são repeitadas, além da imprensa totalmente livre.

 

7 – IRLANDA

Apesar da incidência de corrupção, os direitos políticos e liberdades civis são considerados robustos. Sua democracia é considerada estável.

 

6 – CANADÁ

Frente a problemas como discriminação indígena e questões econômicas, o governo tem se esforçado na implementação de políticas para essas questões. Possui liberdade de imprensa e liberdades civis fortes.

 

5 – DINAMARCA

Eleições regulares justas e livres, com pluralismo político e imprensa totalmente livre. O governo protege a liberdade de expressão e no último ano, a democracia aumentou, segundo a avaliação.

 

4 – NOVA ZELÂNDIA

Apesar das influências externas na política e educação, o país tem um padrão de eleições regulares livres e justas. Dentre os pontos fortes, também estão o processo eleitoral, pluralismo político e liberdades civis.

 

3 – SUÉCIA

País com uma monarquia parlamentar. Seu ponto forte é a cultura política, além da liberdade de imprensa. As liberdades civis e direitos políticos são respeitadas na prática.

 

2 – ISLÂNDIA

Com uma democracia parlamentar, tem histórico longo de defesa dos direitos políticos e liberdades civis. Além da imprensa totalmente livre, a cultura política e o bom processo eleitoral, são parte da sua posição no ranking.

 

1 – NORUEGA

A participação política está entre os pontos fortes do país. Ela é a considerada a mais robusta democracia do mundo. Lá, há alternância do poder entre os principais partidos políticos. A sociedade civil e os meios de comunicação exigem que o governo preste contas frequentemente.

Tags: