Home»Cotidiano»Paralisação em transporte rodoviário afeta 200 mil passageiros

A greve aconteceu no Distrito Federal e afetou regiões como: Taguatinga, Recanto das Emas, Brazlândia e Ceilândia

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do DF, a paralisação ocorreu por problemas internos

Cerca de 2.500 motoristas do transporte rodoviário, da empresa São José, paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (27), no Distrito Federal. Em torno de 200 mil passageiros, das regiões de Taguatinga, Recanto das Emas, Brazlândia, Ceilândia, SIA, SCIA, Vicente Pires e Estrutural foram afetados pela greve. O que deixou o transito pesado.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do DF, a paralisação ocorreu por problemas internos, mas não entrou em detalhes. Eles pedem a manutenção dos ônibus e esperam que ex-funcionários sejam contratados.

“Há um descaso da empresa em solucionar os problemas. A direção da São José comparece às reuniões, fica ciente das reivindicações e promete que vai resolver, mas quando é perguntada se tudo já está solucionado, não dá nem resposta”, afirma o diretor-geral do Sindicato dos Rodoviários, José Wilson Cabral Filho, ao Correio Brasiliense.

Cabral Filho disse que os problemas foram comunicados à Secretaria de Mobilidade Social. Uma nova reunião será realizada entre o sindicato e a direção da São José, na garagem do Recanto das Emas, para que se encontre uma solução para o impasse.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!