PM acusado de assediar adolescente em Rio Verde tem prisão preventiva decretada

MP-GO consegue decreto de prisão preventiva de suspeito de assédio em Rio Verde

Em audiência de custódia realizada na tarde desta segunda-feira (02), o Ministério Publico de Goiás teve o pedido do decreto de prisão preventiva do capitão da Polícia Militar acolhido na justiça. O Policial Militar foi detido em flagrante neste final de semana em Rio Verde ao ser acusado por assédio sexual  a um menino de 12 anos.

O decreto da prisão preventiva foi requerido pelo promotor de justiça Thiago Galindo Placheski, titular da 7ª Promotoria de Rio Verde. O Poder Judiciário acatou o argumento da necessidade de garantia da ordem pública, diante da repercussão do caso e o abalo social causado pelo ocorrido, além da proteção de vítimas e testemunhas para a realização da prisão do PM.

O Policial Militar foi levado para o presídio militar conforme a lei.  Não há prazo determinado para a prisão preventivas, mas a expectativa é que o inquérito policial seja concluído até a próxima semana, sendo encaminhado ao Ministério Público para a análise de provas.

Tags: