Prefeito de Goiânia afasta GCM que agrediu ambulante

Após varias denuncia feita ao Diário do Estado, o DE publicou o vídeo de um vendedor ambulante sendo agredido por guardas civis metropolitanos

Após varias denuncias, na última terça-feira (21) o DE publicou o vídeo de um vendedor ambulante sendo agredido por guardas civis metropolitanos, no Parque Mutirama, em Goiânia.

A Reportagem então entrou em contato com a GCM, que por meio de uma nota informou que a atitude do guarda teria sido pelo fato do vendedor ter se alterado.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Ele se exaltou quando foi solicitada sua retirada e tentou subtrair a arma do GCM”, diz a nota.

No texto, a empresa também afirma que não compactua com a violência e apoia o crescimento socioeconômico do município, porém age em favor do cumprimento das leis municipais. Veja matéria completa aqui.

Prefeitura

O prefeito Rogério Cruz, publicou um vídeo nesta sexta-feira (24), informando que os guardas que participaram das agressões foram afastados dos seus trabalhos e que o caso será investigado.

“Determinei que as medidas a serem tomadas sejam exemplares e reitero aqui, a nossa Goiânia respeita todos os seus cidadãos”, afirma o prefeito.

Cruz recebeu Paulo Vitor, o rapaz agredido, sua mãe, Maria Nazaré e sua irmã Patrícia.

“Aqui ninguém está a cima da lei. Não compactuamos com comportamentos que não seguem os procedimentos operacionais padrão da guarda metropolitana”, destacou o prefeito.

Assista na íntegra o pronunciamento dado pelo prefeito Rogério Cruz

Tags: