Procura por testes de Covid-19 aumenta 520%, em Goiânia

Secretaria Municipal de Saúde não estuda volta do uso obrigatório de máscaras, mesmo com aumento de testes positivos

A procura por testes de Covid-19 segue crescendo em Goiânia, fazendo com que os locais permaneçam lotados, com registro de desrespeito a protocolos básicos como o uso de máscaras, mesmo após a Capital ter acrescentado novos postos. Na primeira semana de junho, por exemplo, houve aumento de 520,6%, se comparada a primeira semana de maio. No mês passado, a Secretária Municipal de Saúde (SMS) contabilizou 4.212 testes entre os dias 2 e 8. Já neste mês, entre os dias 30 de maio e 6 de junho, foram aplicados 26.142 testes, dos quais, 5.882 (22,5%) foram positivos. Em maio, a taxa de positivados foi menor, ficando em 16%.

A tendência, no entanto, é de continuar em alta. Na semana passada, por exemplo, a prefeitura realizou 45.269 testes, sendo que 11.473 pessoas foram diagnosticadas com a doença. Ou seja, 25,3% das pessoas que se submeteram ao teste oferecido pela SMS estavam infectados. Mesmo com a alta na procura pelo serviço e nos casos positivos, a secretaria de saúde municipal diz que por parte da gestão municipal, não há tratativa de retorno do uso obrigatório de máscaras.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Aumento

O aumento, segundo o infectologista Marcelo Daher, está relacionado a nova variante da doença, a BA2. Essa variante é conhecida por ter um maior pode de transmissão, podendo até mesmo aumentar o número de internações na capital.

LEIA TAMBÉM

• Mulheres são a maioria do eleitorado, mas seguem com pouca participação• Covid-19: Veja onde se imunizar nesta quarta-feira, 17, em Goiânia• Bolsonaro tem agenda em Goiânia na quarta-feira, 24

“Mesmo sendo responsável pelo aumento no número de casos, o número de óbitos terá pouco aumento. A recomendação para o uso de máscaras deve ser feita, principalmente para pessoas de maior risco e que apresentem sintomas gripais. Porém, acho pouco provável que medidas mais restritivas voltem a ser adotadas. Mesmo que fossem estipuladas novas medidas, pouco provavelmente seriam cumpridas”, concluiu.

Testagem

Atualmente, a capital realiza a testagem em seis pontos diariamente, sendo quatro tendas e dois drive-thru. Nesta terça-feira (14), por exemplo, a testagem na modalidade tenda está na Praça da Feira do Conjunto Vera Cruz II, Praça da Feira – em frente ao Tijolão, Praça do Berimbau e Associação dos Moradores do Setor União. Os Drives, por outro lado, estão no Jardim Botânico de Goiânia e em frente à Escola Municipal Walterloo Prudente.

Já nesta quarta-feira (15), as tendas serão montadas no Núcleo de Assistência Social do Estrela Dalva, Cepal do Jardim América, Praça da Juventude do Jardim Aroeiras e Parque da Lagoa. Os drives que não precisam de agendamento prévio, estaram na Associação de Moradores do Setor União e no arque Agropecuário de Goiânia. O atendimento para a população começa às 8h, mas se estende até 17h. (Veja locais)

Marcelo Daher acredita que medidas mais restritivas não devem ser adotadas. (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)
Tags: