UFMG cria método para diagnosticar Covid-19 com uso de inteligência artificial

Os testes clínicos apresentaram precisão de quase 90%

Um grupo formado por integrantes dos departamentos de Física e Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) anunciou a descoberta de um método que utiliza inteligência artificial para diagnóstico da Covid-19 e, também, de outras doenças virais, como dengue e zika.

O projeto teve início quando os casos da infecção causada pelo novo coronavírus foram registrados no Brasil. Os testes clínicos com amostras de pacientes começaram há duas semanas e apresentaram precisão de quase 90%.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A partir de agora, a pesquisa passa pelas etapas de aprimoramento, validação e certificação da metodologia.

Tags: