Vídeo: advogado de Padre Robson reafirma inocência do cliente

Segundo ele, novas denúncias do Ministério Público representam "nada de novo"

O Tribunal de Justiça de Goiás decidiu, nesta segunda-feira, 7, pela suspensão da decisão da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás, que determinou o trancamento das investigações do Ministério Público contra Padre Robson e a Associação Filhos do Pai Eterno, da qual era presidente.

A Operação Vendilhões investigou desvios dos recursos vindos das doações de fiéis de todo o Brasil, para associação de Trindade. Padre Robson e sua defesa sempre negaram quaisquer irregularidades. Agora, após a suspensão do trancamento, o MP ofereceu denúncias a 18 pessoas dentro do contexto da operação reaberta.

Em defesa do sacerdote, seu advogado, Pedro Paulo de Medeiros, publicou um vídeo nesta segunda-feira, 7, afirmando que não há “nada de novo” no caso. “São as mesmas e injustas acusações do Ministério Público”, ele diz.

Agora, a defesa aguarda a decisão do Superior Tribunal de Justiça, e acredita, segundo afirma o advogado, que o trancamento, por falta de evidências, se confirmará mais uma vez.

Veja:

Tags: