Vítima de assédio mata agressor com golpes de guarda-chuva, no Ceará

Situação foi registrada enquanto a mulher andava por uma rua de Sobral, no Ceará. Homem sofreu parada cardiorrespiratória pós-traumática

Uma mulher, vítima de assédio sexual, matou o agressor com golpes de guarda-chuva, em Sobral, no interior do Ceará. De acordo com a Polícia Civil (PC), ela tem 25 anos e andava pela rua quando, supostamente, foi importunada sexualmente pelo homem, de 49 anos. O caso ocorreu no último sábado, 4.

Após ser atingido pelo guarda-chuva, o homem foi socorrido e levado para o Hospital Santa Casa de Sobral. Porém, minutos depois de dar entrada na unidade médica ele morreu. De acordo com a equipe médica, a vítima estava com uma perfuração na região do fêmur, mas morreu por parada cardiorrespiratória pós-traumática.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o homem tinha antecedentes por ameaça, danos e injúria. Já a mulher não tinha passagens pela polícia. Agora, o caso é investigado pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Regional de Sobra, que deve determinar se o caso se enquadra como legítima defesa.

LEIA TAMBÉM

• Número 2 da Caixa Econômica também é exonerado• Vídeo: Homem morre e carro fica totalmente destruído em acidente, na GO-050• Em Vila Propício, criança de 4 anos morre em acidente de carreta com bicicleta

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Paciente se masturba durante consulta odontológica

Nesta segunda-feira (6), um homem foi preso por se masturbar na frente de uma dentista durante tratamento odontológico, em Mara Rosa, região Norte de Goiás. De acordo com a polícia, a vítima contou que durante a consulta o homem forçava contato físico com ela durante toda a consulta.

Ainda segundo a mulher, mesmo ela resistindo, o homem continuou forçando e, em seguida, se masturbou na frente dela. Desesperada, a dentista expulsou o paciente do consultório e chamou a polícia.

O homem foi encontrado pela Polícia Militar (PM) em um bar da cidade. Ainda no local, os militares deram voz de prisão ao homem pelo crime de importunação sexual. O suspeito já tem antecedentes criminais por estelionato. Se condenado, ele pode pegar até cinco anos de prisão.

Tags: