Home»Mundo»Veja por onde passou a Superlua azul de sangue

Apenas moradores da parte oeste dos Estados Unidos e de regiões da Ásia e da Oceania acompanharam a Lua em sua versão mais brilhante

1
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

O fenômeno da Superlua de sangue aconteceu na manhã desta quarta-feira (31). Mas, apenas os moradores da parte oeste dos Estados Unidos e de regiões da Ásia e da Oceania acompanharam a Lua em sua versão mais brilhante, lugres onde o ponto é  mais perto da órbita ao redor da Terra  e ainda com um eclipse total. O evento teve inicio as 10 horas e 51.

Conhecida como Lua Azul,  pois era a segunda lua cheia no mesmo mês, porém, com o eclipse ela adquiriu uma cor avermelhada, a chamada Lua de sangue, uma consequência da sombra feita pela Terra. No Brasil, será possível observar a lua ligeiramente maior, sem o eclipse, que já passou.

– Entenda alguns fenômenos:

  • Superlua: Este fenômeno ocorre quando a Lua está cheia e em seu ponto mais perto da Terra na órbita ao redor do nosso planeta. Esse período é chamado de perigeu, quando o satélite aparece no céu cerca de 14% maior e 30% mais brilhante do que no apogeu (Microlua), quando está mais distante.

 

  • Lua Azul: Foi o apelido dado à segunda lua cheia que acontece em um mesmo mês. Por ser apenas uma referência ao calendário, não tem de fato uma relação com alguma alteração de cor ou aparência.

 

  • Eclipse lunar: É quando a Lua passa pela sombra da Terra, o que não ocorre todos os meses porque a órbita da Lua está ligeiramente inclinada com relação à da Terra em torno Sol.

 

  • Lua de Sangue: Durante o eclipse, a Lua não desaparece totalmente da vista, mas adquire uma tonalidade avermelhada.

 

Superlua vista perto da torre Balboa Park em San Diego, na Califórnia, nos EUA –
Foto: Mike Blake/Reuters 

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente a vontade