Home»Esportes»Brasil perde para o Peru em amistoso nos Estados Unidos

É a terceira derrota de Tite no comando da Seleção

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

Dois meses após perder a final da Copa América para os brasileiros, a seleção peruana superou a equipe de Tite, por 1 x 0, no Los Angeles Memorial Coliseum, em Los Angeles, nesta madrugada de quarta (11). O gol peruano saiu aos 39 minutos do segundo tempo: após cobrança de falta na área brasileira, o zagueiro Luis Abram aproveitou a falha do goleiro Éderson e marcou de cabeça. A derrota aconteceu quatro dias após o Brasil empatar em outro amistoso: 2 x 2 com a Colômbia, em Miami.

Na partida de hoje, o Tite deixou Neymar no banco de reservas e optou por começar o jogo com Firmino, Coutinho, David Neres e Richarlison no ataque. Pouco criativo no meio de campo, as chances de gol do Brasil foram protagonizadas por Richarlison que ameaçou duas vezes o gol peruano.

Na etapa final, a Seleção ficou um pouco mais ofensiva: Neymar, Fabinho e Paquetá entraram em campo a partir dos 15 minutos. Depois, aos 28 minutos, teve a estreia de Vinicius Júnior, de 19 anos, com a camisa canarinho: o atacante do Real Madrid substituiu Richarlison e atuou pelo lado esquerdo. Mas as alterações não foram suficientes para a Seleção abrir o placar: nos minutos finais, na cobrança de falta de Yotún, pela direita, o zagueiro Abram subiu mais alto, e aproveitou a saída errada do goleiro Éderson para marcar o gol da vitória peruana. 1 x 0. Esta foi a quinta vitória do Peru, no histórico de 46 confrontos Seleção Brasileira. Nos últimos três anos, foram cinco confrontos, e o Peru venceu dois deles.

Ao final do jogo, durante coletiva, o treinador brasileiro avaliou a partida: “No pós- Copa América, começou uma outra etapa de oportunidades. Então é natural que não atinja o mesmo patamar de desempenho. Gosto de dar oportunidades para jogarem, isso é fundamental. Eu gostei do desempenho nos dois segundos tempos. No primeiro tempo (contra a Colômbia), fomos muito irregulares, a Colômbia atacava, mas nos dava brecha. Hoje, não. O futebol é criar oportunidades e fazer o gol, ser efetivo. Mas o nosso desempenho no segundo tempo foi criando oportunidades. Aí nos faltou uma precisão maior. O goleiros deles, quando acionado, também foi bem”.

O técnico também não poupou críticas ao gramado do Los Angeles Memorial Coliseum, casa Los Angeles Rams, da NFL (Liga de Futebol Americano): “Tem que ter um campo melhor para jogar. Não pode ter um campo desse, não dá para ter um espetáculo num gramado desse. Dá para jogar soccer, dá para jogar de tênis. A gente teve três primeiras bolas que fomos inverter, foram três bolas longas porque não teve precisão. Não é desculpa para a derrota, porque foi para os dois. Mas que um busca mais jogar e outro busca contato, tem uma diferença”.

Quanto à estreia do atacante Viníciou Júnior, Tite disse que é preciso ter calma com o jovem atacante: “Ele entrou para tentar o lance, dar profundidade. Ele puxou uma jogada com Neymar. Precisa de espaço para ter bola lançada. Mas vai amadurecer. É um garoto. Vai amadurecer”

Os próximos amistosos da Seleção Brasileira serão em outubro (dias 7 e 15) e novembro (11 e 19). Os adversários e locais ainda serão confirmados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Agência Brasil

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!