Caçador quer R$ 250 mil para resgatar Lázaro Borbosa

Ele diz que Estado está gastando uma fortuna com a operação no Entorno do DF

O caçador Thiago Silva, que se oferece para capturar Lázaro Barbosa de Souza com vida e entregá-lo para a polícia sem o uso de armas ou agressões, disse ao Diário do Estado nesta segunda-feira que o Estado está gastando uma fortuna nessa tarefa e que não vai conseguir encontrar o criminoso sem a ajuda dele. “Posso capturá-lo sem uso de armas e agressões. Só com trabalho religioso”, garante.

Ele está em Imperatriz (MA) e diz que cobra R$ 250 mil, se combinar o trabalho hoje com as autoridades e que o preço pela captura de Lázaro vai aumentando em R$ 50 mil a partir de hoje. E completa: “Parece piada, mas não é. Aguardo seu contato”. Segundo Thiago, ele precisa ter um incentivo financeiro e firmar acordos com as autoridades para entregar Lázaro.

Mais de 270 policiais de Goiás e do Distrito Federal, com o uso de helicópteros, cavalos e cães, estão na região de Cocalzinho de Goiás fazendo o cerco ao criminoso há 13 dias. Lázaro é procurado por uma série de crimes como latrocínio, homicídio, tentativa de homicídio, estupro, roubos e furtos no Distrito Federal, Bahia e em Goiás.

* Rosana Melo, especial para o Diário do Estado

Tags: