‘Campanha’ e recados ao STF, marcas do sábado, 30, de Jair Bolsonaro

Presidente fez mais uma menção duvidosa à Corte e aproveitou para elogiar Braga Netto, possível vice na chapa para as eleições de outubro próximo

Não é de hoje que Jair Bolsonaro (PL) e Supremo Tribunal Federal (STF) só entram na mesma oração quando o conteúdo é de enfrentamento. O presidente da República envia repetidos recados, diretos e velados, ao órgão, elevando o clima e a tensão entre os poderes às vésperas das eleições.

Neste sábado (30), durante a da ExpoZebu, evento realizado na cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro, Bolsonaro mandou outros recados aos ministros do STF. Em discurso para apoiadores, o presidente disse ser necessário que “todos joguem dentro das quatro linhas da Constituição”. Falou ainda, que ele e os eleitores [dele] “não abrem mão da liberdade”. Dias antes, em outra afronta à Corte, o chefe do Executivo concedeu perdão ao deputado federal Daniel Silveira (PTB), então condenado a 8 anos e 9 meses de prisão.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Com o bloco já na rua e a artilharia voltada às eleições de outubro próximo, Jair Bolsonaro participou do evento, que teve motociata – uma espécie de xodó – e falou em tom de campanha. Ao lado do deputado federal Arthur Lira (PP), um dos líderes do Centrão, o presidente não esqueceu de tecer elogios a Walter Braga Netto, assessor especial e nome cotado para compor a chapa na condição de vice.

LEIA TAMBÉM

• Lula, Bolsonaro, Tebet e Ciro cumprem agenda em Salvador neste sábado, 2• Vídeo: Adele surpreende o público ao gritar ‘Fora Bolsonaro’ em show• Aprovada pelo conselho, Daniella Marques já é a presidente da CEF

“Como todo mineiro é quietinho, vou apresentar um ministro meu aqui, o Braga Netto, um minerinho mais que gente boa, com o coração maior que o meu Brasil” gracejou Jair Bolsonaro.

Para este domingo (1°) estão marcados atos por todo o Brasil em desagravo ao deputado federal Daniel Silveira (PTB), condenado pelo Supremo Tribunal Federal por ameaçar ministros da Corte. Bolsonaro é esperado, mas ainda não confirmou presença na manifestação.

Tags: