// Poder

Bolsonaro trabalha crise com STF como trunfo para reeleição

De acordo com publicação do O Globo, presidente proibiu que aliados ajam para apagar fogo entre o Executivo e o Judiciário

Em

De acordo com publicação de Bela Megale, de O Globo, tudo que Jair Bolsonaro (PL) não quer é paz. Segundo a jornalista, o presidente proibiu que os  chamados ‘bombeiros’ do Palácio do Planalto ajam para aparar arestas entre o Executivo e Supremo Tribunal Federal (STF).

Aliados do governo, em condição de anonimato, declararam a Bela Megale que até chegaram a procurar ministros da Corte, mas sem pedidos ou autorização do presidente.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

E os últimos acontecimentos comprovam que Bolsonaro parece apostar que a crise com o STF pode trazer vantagens para sua campanha eleitoral. O presidente tanto acredita nisso que recentemente iniciou um novo conflito com o Judiciário ao conceder o indulto, uma espécie de perdão, ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado a oito anos de prisão pela Corte por ataques a democracia e as instituições, e ameaças a ministros.

LEIA TAMBÉM

• Lula, Bolsonaro, Tebet e Ciro cumprem agenda em Salvador neste sábado, 2• Vídeo: Adele surpreende o público ao gritar ‘Fora Bolsonaro’ em show• Aprovada pelo conselho, Daniella Marques já é a presidente da CEF

Mas o STF também tem se movimentado em relação a instabilidade entre o Judiciário e o Executivo. Essa semana o ministro Roberto Barroso, fez críticas ao presidente Bolsonaro. Sem citar nomes o magistrado disse que as Forças Armadas ‘são orientadas a atacar e desacreditar no processo eleitoral’.

Tags: