Corpo de mulher é encontrado às margens da GO-462

Um corpo de uma mulher, ainda não identificado, foi encontrado na noite de terça-feira (7) em um matagal às margens da GO-462, entre Goiânia e Santo Antônio de Goiás. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML), ele estava em estado de decomposição e a suspeita é que a morte tenha ocorrido há sete dias. Familiares da costureira Rejane Roseno de Almeida, de 32 anos, que está desaparecida, suspeitam que se trata da mulher.

De acordo com o IML, o corpo encontrado passa por exames para confirmação da identidade. O resultado deve sair ainda na tarde desta quarta-feira (8).

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Pelas características físicas que o IML nos passou, é ela. Estamos indo para lá para aguardar essa identificação. Mas, pelo jeito, só pode ser ela. Infelizmente tudo indica que a nossa angústia vai ter fim, mas da pior forma”, afirmou ao G1 um familiar da costureira, que não quer ser identificado.

LEIA TAMBÉM

• Bebê na área: Nasce filho de Fernanda Vasconcellos e Cássio Reis• TSE fixa limite de gastos para eleições 2022• Jovem matou ex-sogro após surto provocado por remédios controlados, diz defesa

O sumiço da costureira é investigado pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Segundo o delegado Valdemir Pereira, tudo indica que o corpo encontrado é o da vítima. “Pelas características físicas, tudo indica que se trata dela. Vamos aguardar a confirmação do IML. Se for ela mesmo, as investigações ficarão à cargo da DIH [Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios]”, afirmou.