Em visita à Ceasa, Caiado assegura ações de modernização da unidade

Projeto de expansão deve ocorrer em duas etapas

Em visita à Central de Abastecimento de Goiás S/A (Ceasa-GO) nesta sexta-feira, 2, o governador Ronaldo Caiado afirmou que a unidade precisa ser modernizada. O projeto de expansão do espaço foi apresentado a Caiado pelo presidente Wilmar Gratão. A previsão é de que as obras de ampliação ocorram em duas etapas.

Segundo o presidente da Ceasa-GO, na primeira etapa está previsto o incremento de 24 mil metros quadrados e, na segunda, de 103 mil metros quadrados. “Teremos um balcão do produtor, de produtos orgânicos e, em outra parte, um só de agricultura familiar”, informou Gratão, que junto com outras autoridades ligadas ao agronegócio, acompanhou o governador na visita às bancas da central.

O presidente da Ceasa-GO destacou, ainda, a relevância estratégica da unidade, criada na década de 1970 com a missão de operacionalizar a comercialização dos hortifrutis com garantias de boa classificação e qualidade dos produtos. “Esse entreposto é muito importante, não só para o município e para Goiás, mas para toda essa região Norte e Nordeste. Nós abastecemos em torno de mais de 10 Estados”, afirmou Gratão. Ele lembrou ainda que, dos 246 municípios goianos, 146 têm mercadorias expostas na central.

“Estamos preparando a Ceasa para um novo salto”, continuou o presidente. Segundo Gratão, o projeto de expansão também foca na atração de novas empresas. “Queremos esses grandes supermercados para vir aqui e adquirir seus produtos”.

Atualmente, o movimento diário na Ceasa-GO varia de 12 a 15 mil pessoas, já a circulação de veículos é de 3 mil. Entre atacadistas, produtores rurais e pequenos comerciantes, são aproximadamente mil proprietários de bancas na central. Somente no Galpão do Produtor Rural, são 600 cadastrados.

Tags: