Torcedores voltam a lotar estádios de futebol em Goiás

Na Série B, Vila e Goiás voltaram a receber torcedores após um ano e meio com portões fechados.

No dia 9 de setembro, a Prefeitura de Goiânia publicou o Decreto Nº 3.920, permitindo a volta do público aos estádios da capital. Por acordo com os integrantes do Campeonato Brasileiro Série A, o Atlético Goianiense ainda não iniciou a retomada da torcida. Na Série B, por outro lado, Goiás e Vila Nova contaram com esse retorno e os torcedores relataram emoção ao frequentar novamente um estádio de futebol.

A última vez em que o Vila Nova havia recebido público no Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA) tinha sido em 1º de março de 2020, quando enfrentou justamente o rival Goiás pelo Campeonato Goiano. Já o Verdão jogou com o apoio da torcida em 7 de março, quando bateu o Iporá também pelo torneio estadual.

O retorno alviverde

A volta da torcida em jogos do Goiás aconteceu em 18 de setembro, quando o Esmeraldino enfrentou o Brasil de Pelotas pela 24ª rodada. Naquela ocasião, o alviverde triunfou por 2×1 e continuou firme e forte na caça ao líder Coritiba. A Serrinha, palco do duelo, recebeu cerca de 1.500 pessoas. Entre elas, esteve Matheus Bento, de 21 anos.

“Foi uma sensação única, me lembrou a primeira vez em que fui a um estádio. Desde quando fui pela primeira vez, aos 16 anos, se eu faltei 15 jogos do Goiás foi muito. Então, parar de ir ao estádio por um ano e meio foi triste, era o meu descarrego semanal. Na minha volta, eu chorei, fiquei muito emocionado. Senti a emoção do pessoal esperando. Encontrei vários amigos, torcedores, pessoas muito felizes por estar ali naquele momento”, narra o torcedor.

A volta colorada

Três dias após o embate do Goiás, na última terça-feira (21), o Vila Nova foi contemplado com o retorno de seus apoiadores a uma partida profissional no OBA. O compromisso foi diante do penúltimo colocado Confiança, pela 25ª rodada da Série B. Dentro das quatro linhas, o Tigre empatou em 0x0. Nas arquibancadas, a voz do povo pôde ser ouvida novamente depois de quase dois anos.

“Foi uma experiência excelente, muito boa mesmo. Eu vou em todos os jogos. Estive no Serra (Dourada), no OBA. O ambiente estava muito bom, mas a torcida ainda não estava do mesmo jeito que antes, é mais difícil torcer com máscara. Tem muita coisa para melhorar, é claro, com os devidos protocolos”, relata o torcedor vilanovense Aurélio Sousa, de 27 anos.

Vale ressaltar que, antes disso, o Vila já havia recebido torcedores no dia 15 de setembro, em partida válida pelo Campeonato Goiano Sub-20 perante o Atlético-GO. Aquele evento serviu como um teste para as autoridades terem a certeza de que jogos de futebol na categoria profissional podem novamente receber público com segurança.

“As regras foram feitas através de uma nota técnica, agentes da vigilância de saúde, respeitando a capacidade de 30% dos torcedores. O jogo do Sub-20 foi apenas uma amostra do que vai ser daqui para frente, mas foi tudo dentro das normas”, conta José Emanuel, agente da Vigilância Sanitária e Ambiental de Goiânia.

O próximo confronto com torcida em Goiânia é um clássico entre Goiás e Vila Nova, pela 26ª rodada da Série B. O jogo está marcado para a sexta-feira (24), às 19h, na Serrinha, e deve contar novamente com 1.500 torcedores.

 

 

 

Tags: