10 filmes sobre maternidade

Confira a lista de filmes que trazem para as telonas histórias sobre diferentes tipos de mães

Por Lígia Saba 

O dia das mães está chegando e para entrar no clima preparamos uma lista com 10 filmes, sobre maternidade e sobre diversos tipos de mães, que foram sucesso nos cinemas do mundo todo. Desde os primeiros filmes da história do cinema, as mães sempre estiveram presentes em histórias sobre o vínculo familiar, desde superprotetoras, livres, amorosas até problemáticas e cheias de dificuldades para criar os filhos. Independente do contexto que estão inseridas, sempre representam mulheres fortes e guerreiras. Prepare a pipoca, chame sua mãe e da o play nessa lista que está imperdível!

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

10. O quarto de Jack 

Lançado em 2015 a produção de Lenny Abrahamson rendeu à atriz Brie Larson o Oscar de Melhor Atriz por sua atuação no papel de Joy. A adaptação do livro homônimo conta a história de Joy e seu filho Jack (Jacob Trembley) que vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick, o homem que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, e quando seu filho completa cinco anos, ela decide elaborar um plano de fuga.

9. A troca

O drama de sucesso foi produzido por Clint Eastwood, lançado em 2008 e estrelado por Angelina Jolie. Em 1928, em Los Angeles, Christine Collins, uma mãe solteira, chega em casa e descobre que seu filho Walter desapareceu. Cinco meses depois, ela recebe a notícia de que ele foi encontrado em Illinois, porém, para sua surpresa, o garoto que chega de trem não é seu filho. Autoridades enfrentam suas alegações e seu aliado vê o caso como uma chance para expor a corrupção do governo e da polícia de Los Angeles.

8. Um sonho possível 

Lançado em 2009 e dirigido por  John Lee Hancock, o filme conta uma história emocionante que não envolve a maternidade biológica, mas sim o sentimento de maternidade que uma mulher pode ter por meio da empatia. No filme, Sandra Bullock é Leigh Anne Tuhoy, que decide fazer a diferença na vida do talentoso jogador de futebol americano Michael Oher (Quinton Aaron), mudando a vida dele ao lhe oferecer novas oportunidades.

7. Extraordinário

O longa que chegou aos cinemas em 2017 foi baseado em um livro de mesmo nome e tem foco central na vida de Auggie, mais um incrível personagem interpretado por Jacob Trembley, uma criança que com apenas 10 anos de idade que já passou por 27 cirurgias plásticas por ter nascido com uma deformação no rosto. O objetivo de sua mãe, Isabel Pullman, interpretada por Julia Roberts, é fazer com que ele cresça com a menor quantidade de traumas possível. Para isso, ela tenta protegê-lo de todo o mal que o mundo pode trazer na mesma medida em que tenta prover uma vida comum ao garoto, levando-o à escola todos os dias.

6. Mamma Mia!

A comédia musical lançada em 2008 apresenta a história de Donna, interpretada por Meryl Streep, que tem uma filha chamada Sophie (Amanda Seyfried). A relação delas é muito boa, mas Donna nunca disse à Sophie quem era o seu pai. Na véspera do seu casamento, Sophie investiga e descobre que existem três possíveis candidatos que podem ser o seu pai e os convida para a festa. Todos eles viajam para encontrar Donna porque sempre a consideraram o amor de suas vidas, mostrando o quão especial ela sempre foi, apesar do segredo.

5. Uma prova de amor 

A produção de Nick Cassavetes lançada em 2009 conta a emocionante história de Anna Fitzgerald (Abigail Breslin) uma criança que foi concebida para ajudar a salvar sua irmã com câncer. O filme mostra todo o empenho da mãe das garotas, Sara Fitzgerald (Cameron Diaz), em manter a filha doente viva e ajuda-la a se sentir bem além dos conflitos gerados com a outra filha, Anna, que em pouco tempo de vida, já passou por várias cirurgias na tentativa de curar a irmã, e agora resolve levar seus pais ao tribunal, pois quer ser emancipada.

4. Minha mãe é uma peça 

A comédia Brasileira criada e estrelada pelo humorista Paulo Gustavo, conquistou o palco e as telonas, com sua peça de teatro e seus três filmes. As produções giram em torno da personagem Dona Hermínia, baseada na mãe do próprio Paulo Gustavo, uma mulher de meia idade, divorciada do marido e mãe de três filhos. Uma das mães mais famosos do Brasil, Dona Hermínia passou a vida dedicada a cuidar dos filhos e representa de forma bem humorada várias características que despertam a identificação de várias mães que enfrentam os mesmo desafios enfrentados por ela na criação dos filhos.

3. Que horas ela volta?

O filme dirigido por  Anna Muylaert e estreado em 2015 narra a história da pernambucana Val (Regina Casé) que se mudou para São Paulo com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para a filha, Jéssica (Camila Márdila). Anos depois, a garota lhe telefona, dizendo que quer ir para a cidade prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, porém o seu comportamento complica as relações na casa.

2. Roma

O filme se passa na Cidade do México na década de 1970, e foi baseado na história da mãe do diretor Alfonso Cuarón, sendo uma homenagem às mães e babás de todo o mundo, que nutrem o mesmo sentimento pelas crianças, sejam elas filhos ou não. A trama mostra a vida de Cleo (Yalitza Aparacio), uma babá e empregada doméstica que mora na casa de uma família de classe média para ajudar uma mãe que precisa lidar com a ausência do marido. O filme foi estreado em 2018 e ganhou o Oscar de melhor fotografia, melhor filme estrangeiro e de melhor diretor.

1. Para sempre Alice

O drama dirigido por  Richard Glatzer e Wash Westmoreland, lançado em 2014 e estrelado por Julianne Moore, conta a história de Alice Howland, uma professora de Harvard e especialista em linguística. Ela está feliz pelo que conseguiu construir, tanto a nível pessoal, quanto profissional, no entanto, sua vida muda inesperadamente quando ela é diagnosticada com Alzheimer.

 

Tags: