// Futebol total

Libertadores e Sul-Americana: cinco brasileiros sorriem, um lamenta

Atlético-GO, Inter e Santos se classificam, Palmeiras e Flamengo terminam bem, mas Bragantino é eliminado

Em

Na rodada de Libertadores e Sul-Americana, os clubes brasileiros tiveram uma ótima noite. Pela Sula, Atlético-GO, Internacional e Santos se juntaram ao São Paulo e conquistaram classificações. Na Liberta, Palmeiras e Flamengo fecharam suas respectivas participações com vitórias. Em compensação, o Red Bull Bragantino sofreu uma dolorosa eliminação.

Os brasileiros na Libertadores

O Palmeiras voltou a ser protagonista na noite de Libertadores. Com a vitória por 4×1 sobre o Deportivo Táchira, no Allianz Parque, o clube paulista fechou a etapa com 18 pontos e 25 gols marcados. É a melhor campanha da história da fase de grupos da Libertadores.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Além do mais, Gustavo Scarpa marcou três vezes e entrou na lista dos maiores artilheiros do Palmeiras na Liberta. Com 11 gols, ele igualou os feitos de Willian, Borja e Tupãzinho. Já o atacante Rony balançou as redes uma vez e voltou a empatar com Raphael Veiga na liderança dos maiores marcadores palmeirenses, ambos com 14 tentos.

LEIA TAMBÉM

• Athletico confirma semifinal brasileira, mas Internacional decepciona• Palmeiras e São Paulo garantem vagas na Libertadores e Sul-Americana• Noite rubro-negra: Atlético-GO passa na Sula, Flamengo avança na Liberta

Por fim, a campanha do Palmeiras fará com que o time sempre decida em casa ao longo do mata-mata. A única exceção seria em uma eventual final, que acontece em campo neutro.

O Flamengo, por sua vez, também estava no páreo para conseguir a melhor campanha geral da Libertadores. Os cariocas até fizeram a parte deles ao vencer o Sporting Cristal por 2×1 no Maracanã, com gols de Pedro e Isla, mas não foi o suficiente para superar a marca palmeirense.

Ainda assim, o Fla liderou com sobras a sua chave, com cinco vitórias, um empate e nenhuma derrota.

No lado oposto desse cenário, o Red Bull Bragantino visitou o Nacional no Estádio Central. O Massa Bruta dependia apenas de si para avançar às oitavas de final, mas perdeu por 3×0. Como o Vélez Sarsfield goleou o Estudiantes por 4×0, isso foi o suficiente para que os argentinos ficassem com a segunda vaga.

Para piorar, o Bragantino não conseguiu sequer terminar em terceiro lugar, ficando na lanterna. Isso significa que a equipe não terá nem a oportunidade de integrar as oitavas da Sul-Americana, e agora possui apenas o Brasileirão e a Copa do Brasil no calendário.

Vagas confirmadas na Sul-Americana

A classificação do Santos foi a mais emocionante entre os brasileiros. Assim como o Bragantino, o Peixe dependia apenas das próprias forças para se classificar. Porém, empatou em 1×1 com o Banfield na Vila Belmiro, com dois jogadores a mais.

No outro jogo do grupo, o Unión La Calera vencia o Universidad de Quito por 3×1. Se aquele resultado permanecesse, o Santos ficaria em segundo lugar por conta do saldo de gols. No entanto, perto dos acréscimos do segundo tempo, o Universidad de Quito marcou um gol de pênalti e o duelo terminou em 3×2.

Daquela forma, Santos e Unión La Calera terminaram a etapa com os mesmos 11 pontos e dois gols positivos de saldo. Contudo, o Peixe marcou um gol a mais na competição, e esse critério de desempate confirmou os paulistas nas oitavas de final.

A classificação do Atlético-GO também contou com bastante emoção. O Dragão começou perdendo para a LDU, mas buscou o empate e disputará o mata-mata da Sul-Americana.

Por último, o Internacional teve uma noite mais tranquila. Ao golear o 9 de Outubro por 5×1 no Beira-Rio, com direito a hat-trick de Rodrigo Dourado, os gaúchos finalizaram na liderança do Grupo E, com 12 pontos, e se classificaram às oitavas.

Outros cinco times brasileiros atuam na noite desta quarta-feira (25), três pela Libertadores, dois pela Sul-Americana. Confira neste link a agenda dos clubes do Brasil.

Tags: