Home»Economia»Governo de Goiás decreta estado de calamidade financeira

Governador Ronaldo Caiado encaminha à Assembleia Legislativa documento que prevê medida pelo período de 180 dias, prorrogável em caso de necessidade

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Em meio ao caos administrativo, o governador Ronaldo Caiado decretou, nesta segunda-feira (21), estado de calamidade financeira do Estado de Goiás pelo período de 180 dias, prorrogável em caso de necessidade.

O documento, que foi encaminhado à Assembleia Legislativa para apreciação dos deputados, relata o elevado e crescente déficit fiscal constatado nas contas públicas, do qual resulta a indisponibilidade de recursos financeiros para o pleno funcionamento da administração pública.

O decreto de estado calamidade ressalta ainda que as medidas administrativas de racionalização e contenção de despesas que eram possíveis de adotar não têm sido suficientes para reverter o quadro caótico.

Segundo Caiado, apesar do esforço, a irresponsabilidade dos governos Marconi Perillo e José Eliton (ambos do PSDB) impediu o pagamento da folha dos servidores públicos do mês de dezembro e há fornecedores e prestadores de serviços há meses sem receber.

“A realidade é exatamente essa, é uma radiografia do que está acontecendo. O Estado não tem capacidade de arrecadação para quitar compromissos. Assumi um Estado com R$ 3,4 bilhões em dívidas e mais R$ 2,9 bilhões para 2019. Não nos resta outra alternativa senão decretar a situação de calamidade”, lamentou o governador.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!