Pastor Silas Malafaia é indiciado por lavagem de dinheiro na Operação Timóteo

A Polícia Federal indiciou o pastor Silas Malafaia por lavagem de dinheiro. Segundo informações do jornal Estado de São Paulo, o pastor recebeu valores do principal escritório de advocacia investigado na Operação Timóteo, deflagrada em dezembro do ano passado, e por isso é suspeito de apoiar a lavagem de dinheiro do esquema.

Ainda segundo informações do jornal, os policiais tentam esclarecer se Malafaia emprestou as contas correntes de uma instituição religiosa, em que ele teria influência, para poder ocultar a origem ilícita dos valores.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O pastor, que faz parte da Associação Vitória em Cristo, ligada à Assembleia de Deus, foi levado para prestar depoimento coercitivamente no dia 16 de dezembro, quando foi deflagrada a operação que investiga um esquema de corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral.

LEIA TAMBÉM

• Sasha Meneghel leva golpe de R$ 1,2 milhão de ex-sócio de Silas Malafaia• Maurilândia: Homem é indiciado por estuprar e matar garoto em milharal• Funcionários públicos de Goiânia são indiciados por cobrar propina semanal de feirantes

Tags: