Home»Cotidiano»Projeto combate a violência contra a mulher e incentiva autonomia feminina
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado


Terá início na próxima terça-feira (26), a programação de 2019 do projeto da Câmara de Vereadores de Goiânia, executado liderado pelo vereador Andrey Azeredo, Não Vai Ter Psiu! O 13º encontro será realizado no campus da Universidade Alves Faria (UNIALFA), a partir das 19 horas e terá como tema: Violência contra a mulher: realidade, enfrentamento e independência. São esperados centenas de alunas e alunos para participar do debate que ocorrerá no auditório do Tribunal do Júri da Unialfa.

Neste primeiro encontro do ano serão apresentados os novos parceiros do projeto que, cada um com sua expertise, vão contribuir para diminuir os índices de violência no Estado, que infelizmente é um dos maiores do País. As debatedores também são mulheres extremamente capacitadas para tratar do tema, são elas: neuropsicóloga, Laura Betancourt; conselheira da OAB/GO e coordenadora de curso de Direito da Unialfa, Maria Izabel de Melo; titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Goiânia, Paula Meotti; psicóloga e professora da PUC-GO, Vera Morselli.

O início dos trabalhos será feito em uma universidade, porém, o combate ao assédio em todas as formas de violência contra a mulher vão ocorrer de várias maneiras. Além de promover o debate e a reflexão sobre as causas femininas, o vereador Andrey Azeredo implantou durante a gestão dele à frente da Câmara (biênio 2017/2018), a campanha Não Vai Ter Psiu!

Faz parte também das metas do projeto, contribuir efetivamente para o estabelecimento de uma rede de prevenção e combate aos casos e punição para os agressores, além do acolhimento e orientação para as vítimas. Ao mesmo tempo, garantir a igualdade de direitos entre os gêneros e a criação de oportunidades para as mulheres na sociedade.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!